Cidades

Jovem que atirou em colegas continuará na Depai

Garoto deve ser transferido depois para um centro de internação, de acordo informações do delegado responsável pelo caso


Juliana França

Do Mais Goiás | Em: 20/10/2017 às 17:36:32


Delegado Luiz Gonzaga Júnior vai passar as informações sobre o caso em uma coletiva de imprensa ainda hoje. (Foto: Mais Goiás)
Delegado Luiz Gonzaga Júnior vai passar as informações sobre o caso em uma coletiva de imprensa ainda hoje. (Foto: Mais Goiás)

O estudante, de 14 anos, autor dos disparos que atingiram seis colegas de classe, vai continuar na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

As informações são do delegado Luiz Gonzaga Júnior, titular da Depai. Ele explicou que o garoto pode ficar no local por, no máximo, cinco dias. Em seguida, o estudante deve ser transferido para um centro de internação. “O adolescente será autuado e posteriormente será apresentado ao Ministério Público para deliberações a respeito de sua internação provisória”, explicou o titular.

De acordo com o delegado, em um caso como esse o estudante dificilmente será liberado. Luiz Gonzaga Júnior esteve no Colégio Goyases, onde ocorreu o tiroteio e escutou todas as pessoas que estavam no local, entre elas o garoto autor dos disparos e seu pai, bem como professores e funcionários da escola. “Ao que tudo indica ele já estava planejando o crime, mas essas são informações preliminares”, disse.

As investigações serão feitas e o processo será formalizado. O delegado vai passar as informações em uma coletiva de imprensa no Auditório do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). A equipe médica responsável pelos feridos também estará presente para repassar as informações sobre o estado de saúde das crianças.