Audiência de custódia

Jovem presa por abandono de incapazes está em liberdade provisória

Sabrina Leão da Silva, de 19 anos, foi detida em flagrante na última segunda-feira (19) por deixar o irmão e os sobrinhos em casa; a residência pegou fogo com as crianças dentro


Larissa Lopes

Do Mais Goiás | Em: 19/06/2019 às 18:53:31


Foto: Leitor / Mais Goiás
Foto: Leitor / Mais Goiás

A justiça concedeu liberdade provisória à jovem Sabrina Leão da Silva, de 19 anos, em audiência de custódia. Ela foi presa em flagrante na última segunda-feira (17) por deixar três menores, de 14, quatro e dois anos sozinhos em casa, no Jardim Santo Antônio, região sul de Goiânia.

Enquanto as crianças ficaram sozinhas a residência pegou fogo. Isso porque a energia da casa havia sido cortada e a família usava luz de velas. Os menores, que são sobrinhos e irmão da autuada, foram encaminhados ao Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), por inalarem fumaça.

A Justiça concedeu liberdade provisória a Sabrina, sem necessidade de fiança, devido à condição financeira desfavorável da família. Apesar disso, a garota deve cumprir algumas medidas impostas pelo Poder Judiciário. Dentre elas estão: não se ausentar do raio de cobertura da comarca onde reside por mais de oito dias e sem autorização, comunicar à justiça caso se mude de endereço e comparecer aos atos processuais necessários.

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira (19), o Hugol informou que o jovem de 14 anos, E.L.S., está em estado geral grave e respira com a ajuda de aparelhos. Já A. L. M. S, de dois anos, também está na UTI, mas em situação estável, consciente e respirando espontaneamente. Já a criança de quatro anos de idade não foi ferida e por isso não houve necessidade de ser transferida à unidade.

As crianças estavam aos cuidados de Sabrina enquanto a mãe da jovem, que é avó das crianças e mãe do adolescente, viajava. Ela os deixou sozinhos em casa para fazer prova de autoescola. Nesse meio-tempo, a casa pegou fogo com as crianças dentro e, por isso, Sabrina foi conduzida à Central de Flagrantes (CF).

*Larissa Lopes é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira