Crise de ciúmes

Jovem morre e outros três ficam feridos após tiroteio em Catalão

Disparos ocorreram durante uma festa de música eletrônica realizada no clube da AABB local; polícia procura por autor dos disparos, que é menor de idade


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 05/08/2019 às 11:16:59

Crime ocorreu durante uma festa de música eletrônica  na AABB de Catalão (Foto: Reprodução / Google Maps)
Crime ocorreu durante uma festa de música eletrônica na AABB de Catalão (Foto: Reprodução / Google Maps)

Um jovem, de 25 anos, foi morto a tiros durante uma festa, na madrugada deste domingo (4), em Catalão, região Sul de Goiás. De acordo com a Polícia Civil (PC), Pedro Henrique de Jesus Honorato estava no evento na companhia de amigos quando se envolveu em uma briga com P. C. M., de 17 anos. À polícia, testemunhas disseram que o menor de idade teria visto a ex-namorada ao lado de Pedro Henrique e seus amigos durante a festa, realizada na Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) local.

Os seguranças tiveram de intervir e apartar a briga. P. C. M. foi embora da festa, mas voltou pouco tempo depois com uma arma em punho. Ele começou a efetuar vários disparos e acertou quatro pessoas, dentre elas Pedro Henrique. Em seguida, fugiu do local.

Uma equipe dos bombeiros foi acionada e encaminhou os feridos para a Santa Casa de Misericórdia de Catalão. Na manhã do domingo (4), porém, Pedro Henrique não resistiu aos ferimentos e foi a óbito na unidade de saúde. Ainda conforme a corporação, as outras três vítimas chegaram no hospital sem risco de morte.

De acordo com a Santa Casa de Misericórdia, uma das vítimas, de 18 anos, teve o quadro clínico agravado e teve de ser encaminhado para uma unidade de saúde em Goiânia. As outras duas, um jovem de 24 e um adolescente de 16, receberam alta na tarde do domingo.

Um inquérito foi instaurado para investigar o caso. O Mais Goiás tentou contato com a administração da AABB, às 10h30 desta segunda-feira (5), mas as chamadas não foram atendidas.

Investigação

Segundo a responsável pelo caso, delegada Alessandra Maria de Castro, havia em torno de 150 pessoas na festa, em sua maioria menores de idade. O autor possui várias passagens pela polícia por tráfico de drogas e roubo.

“Ele [P. C. M.] atirou nas vítimas por estar enciumado. Ele foi em casa, buscou uma arma e disparou contra os jovens. Depois do tiroteio, ele fugiu. Nós vamos solicitar um mandado de apreensão à Justiça para garantir que o menor seja internado assim que for localizado”, declara.

Alessandra começará as oitivas já nesta segunda-feira (5). Testemunhas, vítimas e familiares já foram intimados à depor e devem se dirigir à Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) ainda nesta tarde.

“Como o crime foi cometido em uma festa, quando nossas equipes chegaram no local, tudo havia sido violado. Nem cápsulas de munição foram encontradas. Estava uma bagunça!”, relata.

Perícias devem ser ser realizadas no clube ainda nesta semana. Após finalizar as investigações, a delegada concluirá o inquérito e o remeterá à Justiça.

*Thaynara Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira