Cidades

Jovem é sequestrada por um casal em estacionamento de supermercado, em Goiânia

A vítima foi rendida e colocada no banco de trás do carro com uma faca no pescoço. Logo em seguida, ela foi levada para sacar dinheiro em caixas eletrônicos


Altemar Santos

Do Mais Goiás | Em: 11/01/2018 às 12:55:19


Vítima foi sequestrada no estacionamento do estabelecimento. (Imagem: Reprodução)
Vítima foi sequestrada no estacionamento do estabelecimento. (Imagem: Reprodução)

Errata: conforme divulgado anteriormente, com informações oficias da Polícia Civil, não foi uma idosa sequestrada e sim uma jovem de 24 anos. O caso aconteceu no supermercado na Rua T-15, no Bueno.

Segue a notícia atualizada:

 

Uma jovem de 24 anos foi sequestrada quando estava no estacionamento de um supermercado localizado na Rua T-15, no Setor Bueno, em Goiânia. O caso ocorreu na noite desta quarta-feira (10).

Segundo a delegada Edilaine Moreira, responsável pelo caso, um casal, armado com uma faca, rendeu e fez a vítima de refém. Ela foi obrigada a sacar dinheiro para os bandidos que ainda usaram o cartão de crédito da mulher para fazer compras em um Shopping de Aparecida de Goiânia.

“Com uma faca eles colocaram a vítima deitada no banco de trás e assumiram a direção do veículo rumo Aparecida de Goiânia. Eles pararam em uma agência bancária e a obrigaram ela sacar R$1 mil”, disse a delegada. Em seguida a dupla foi até um Shopping de Aparecida de Goiânia. “Enquanto a mulher ficou dentro do carro com a vítima, no estacionamento do Shopping, o homem foi até as lojas com os cartões da mulher para fazer compras”, completou.

No shopping, a vítima conseguiu sair do carro e pedir socorro para um outro veículo que estava no estacionamento. Neste momento a mulher conseguiu fugir. O homem foi preso quando voltava para o carro com as compras.

Samuel Brito Morais foi levado e autuado em flagrante no 5ºDP. Com ele a polícia apreendeu cartões, sacolas de compras e também o dinheiro que a vítima tinha sacado. O autor foi levado e autuado em flagrante no 4ºDP da Polícia Civil. A comparsa dele ainda está foragida.