APARECIDA

Jovem é morto a tiros em festa clandestina dentro de chácara de vereador, em Aparecida

Segundo informações preliminares, dois homens entraram no local e atiraram no jovem


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 11/01/2021 às 12:37:13

Jovem é morto a tiros em festa clandestina dentro de chácara de vereador (Foto: Folha Z)
Jovem é morto a tiros em festa clandestina dentro de chácara de vereador (Foto: Folha Z)

Um jovem, de 21 anos, foi morto a tiros em uma festa clandestina ocorrida dentro de uma chácara no Setor Aeroporto Sul, em Aparecida de Goiânia, na tarde do último domingo (10). O Mais Goiás apurou que o espaço é de propriedade do vereador aparecidense Gilsão Meu Povo (MDB).

De acordo com a Polícia Civil (PC), informações preliminares que dois homens entraram no local e dispararam três vezes contra a vítima, que morreu no local. Os atiradores fugiram logo depois. Não há informações se a vítima tinha passagens criminais.

O local acontecia uma festa que, de acordo com a PC, tinha cerca de 200 pessoas. Esse é o dobro da capacidade máxima determinada na portaria 069/2020, que foi publicada em setembro do ano passado, e determina que eventos tenham, no máximo, 100 pessoas.

As regras também consistem em não poder exceder a 30% da capacidade do estabelecimento e uma pessoa a cada 12 metros quadrados; os espaços devem permitir o controle de acesso dos participantes, com lista de presença e os organizadores e promotores de eventos devem guardar por até 30 dias após a realização do evento, o arquivo com a lista de convidados e de fornecedores para possível comunicação de casos identificados.

O Mais Goiás entrou em contato com o vereador, mas foi informado que o mesmo não vai se pronunciar no momento. A morte será investigada pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH).