Jovair e Henrique Arantes são multados por propaganda eleitoral antecipada em Acreúna

Pai e filho teriam feito campanha fora do prazo estabelecido para um candidato a vereador do município

O deputado federal Jovair Arantes e o filho dele, o deputado estadual Henrique Arantes, foram multados em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada em Acreúna. A decisão é do juiz da 128ª Zona Eleitoral, Cristiano Tavares, que julgou parcialmente procedente a representação do promotor eleitoral Sandro Halfeld de Barros.

De acordo com a ação, pai e filho teriam feito campanha antes do início do período eleitoral para o candidato a vereador Elias Ferreira Fernandes. Os dois teriam realizado um discurso no dia 19 de julho, que foi configurado como propaganda eleitoral extemporânea, já que só poderia haver pedido expresso e voto e propaganda eleitoral a partir do dia 16 de agosto.

Ao analisar o contexto e o vídeo do evento, Sandro Halfeld constatou a ilegalidade, pois os deputados promoveram seu aliado partidário, ressaltando suas aptidões para o cargo de vereador e pedindo expressamente o voto do cidadão. Ouvido pelo MP eleitoral, o próprio candidato confirmou o teor do vídeo e a data do evento. Porém, ao Mais Goiás, o deputado afirmou que sequer tinha conhecimento sobre a representação. “Não fiz campanha para ninguém, nem estive em Acreúna”, afirmou. Ele declarou também que vai verificar a situação.

Elias, que se candidatou pelo PMB, ficou em 14o lugar nas eleições deste ano em Acreúna, com 1,73% dos votos, e não foi eleito.