Garantido

Jô pede desculpas à torcida e garante cabeça no Atlético-MG

Atacante garante que segue com a cabeça no clube e que ausência não tem relação com uma proposta para deixar o time

Atlético-MG

mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 08/08/2014 às 19:08:47


concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira para se explicar sobre a sua ausência no treino de segunda-feira do Atlético Mineiro. O jogador contrariou a versão dada pela sua assessoria de imprensa, disse que não avisou a diretoria que iria faltar e pediu desculpas à torcida. Ele também garantiu que segue com a cabeça no Atlético e que a ausência não tem relação com uma possível proposta para deixar o clube.

“Tive um problema particular com a minha esposa e o meu filho e fui para o Rio de Janeiro sem pedir permissão para a diretoria. A minha família é minha base e tomei um procedimento errado. Mas o (Alexandre) Kalil e o (Eduardo) Maluf entenderam”, disse, em referência ao presidente do clube e ao diretor de futebol.

Por faltar ao treino de segunda, horas antes da viagem a Chapecó Jô ficou de fora da partida de quarta-feira contra a Chapecoense, em Santa Catarina. O centroavante revelou que foi punido pelo clube, mas que o caso já foi superado.

“A família é minha base, eu quis resolver e acabei saindo sem falar nada com a diretoria. Peço desculpas à torcida, mas queria resolver este problema. Alguns acharam que eu tinha abandonado o clube, não é isso, o Atlético é tudo na minha carreira, dei a volta por cima aqui”, lembrou.

Jô, que foi centroavante reserva da seleção brasileira na Copa do Mundo, negou que tenha recebido propostas oficiais da Europa – seu nome esteve ligado a Borussia Dortmund e Wolfsburg. “Se tiver alguma cosia em mãos, o Maluf e o Kalil vão resolver. Mas quero cumprir meu contrato até o final”, assegurou.

Tópicos