Operação LavaJato

Janot denuncia Renan Calheiros ao STF por lavagem de dinheiro e corrupção

Renan já é réu perante o STF em uma ação penal e alvo de outros 10 inquéritos, além da denúncia oferecida hoje.




O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou nesta segunda-feira (12) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a primeira denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), na Operação Lava Jato.

A denúncia foi apresentada em um dos oito inquéritos nos quais o senador peemedebista é alvo na Suprema Corte. Ele é acusado, ao lado do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE), por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Para que o parlamentar alagoano vire réu, o Supremo precisa aceitar a denúncia e abrir uma ação penal. Agora, o STF deve notificar o senador para apresentação de defesa prévia antes da análise do caso pelo tribunal.

O inquérito trata sobre a atuação dos dois parlamentares para a contratação da empresa Serveng Civilsan pela Petrobras, fato delatado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa no acordo de delação premiada.