Coronavírus

Itamaraty confirma importação de doses da vacina de Oxford produzidas na Índia

Sinal positivo vem um dia depois de instituto responsável por produzir 2 milhões de doses para o Brasil ter afirmado que governo indiano não permitiria exportação


Larissa Feitosa
Do Mais Goiás | Em: 05/01/2021 às 12:36:00

Desde junho, a Fiocruz trabalha em uma parceria para transferência de tecnologia com a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que desenvolvem a vacina (Foto: Reuters)
Desde junho, a Fiocruz trabalha em uma parceria para transferência de tecnologia com a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que desenvolvem a vacina (Foto: Reuters)

O Ministério das Relações Exteriores informou, nesta terça-feira (5), que a importação de 2 milhões de doses da chamada vacina de Oxford contra covid-19 está confirmada. Produzidos na Índia, imunizantes devem começar a chegar ao Brasil ainda no mês de janeiro.

Na segunda-feira (4), o presidente do instituto Serum, Adan Poonawalla, responsável por fornecer as doses ao Brasil, disse que o governo indiano não iria permitir a exportação da vacina de Oxford produzida no país.

Com isso, o Itamaraty entrou em negociação com o governo da Índia para garantir a entrega das doses pronta da Serum ao Brasil.

*Com informações do G1