Política

Israel diz ter provas de envolvimento dos EUA em resolução da ONU

A resolução 2334 declara ilegais as colônias de Israel em territórios palestinos


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 26/12/2016 às 18:31:09


O embaixador de Israel nos Estados Unidos, Ron Dermer, disse em entrevista à CNN nesta segunda-feira (26) que o país tem provas do envolvimento do governo Barack Obama na resolução aprovada pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) na sexta-feira. A resolução 2334 declara ilegais as colônias de Israel em territórios palestinos e recebeu todos os votos a favor – exceto dos Estados Unidos, que não exerceram o direito de veto e preferiram se absterem.

“Nós vamos apresentar essa prova à nova administração por meio dos canais apropriados. Se eles quiserem compartilhar com o povo norte-americano, podem fazê-lo”, disse Dermer à CNN. O embaixador ainda classificou o ato como “ultrajante” e disse que foi “um dia triste e um capítulo vergonhoso na história das relações entre EUA e Israel”.

Dermer aproveitou para acusar os palestinos de estarem tentando implementar uma guerra legal e diplomática contra Israel. “Eles não querem negociar a paz conosco. Eles querem culpar Israel pela falta de paz e internacionalizar o conflito”, afirmou.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, havia afirmado no domingo que fará “todo o necessário” para assegurar que Israel saia ileso da resolução. Ele já determinou várias medidas de represália contra os países que apoiaram a resolução e indicou a seu gabinete que o país estuda um “plano de ação” contra a ONU.