Celebridades

Isabella Fiorentino pede desculpas por comprar hidroxicloroquina sem necessidade

Presidente dos EUA, Donald Trump afirmou que medicamento pode ter eficácia contra coronavírus, mas não há evidências científicas


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 21/03/2020 às 10:24:30

(Foto: Redes Sociais)
(Foto: Redes Sociais)

A apresentadora Isabella Fiorentino pediu desculpas nesta sexta-feira (20) por ter comprado uma caixa do medicamento hidroxicloroquina sem a necessidade de utilizá-lo no momento.

As palavras do presidente americano, Donald Trump – que disse na quarta (18) que o remédio pode ter eficácia contra o coronavírus, apesar da falta de evidências científica robustas – fizeram a droga desaparecer das prateleiras de drogarias pelo Brasil.

Fiorentino afirmou que comprou o medicamento por ter três filhos, sendo um deles especial, que faz parte do grupo de risco. Ela repostou o vídeo da jornalista Juliana Franceschi, que tem lúpus e precisa tomar hidroxicloroquina todos os dias para o controle da doença. Mas, por causa da grande procura pelo medicamento, ela não estava conseguindo mais achá-lo nas farmácias e fez um apelo na internet.

“Preciso pedir desculpas às pessoas que precisam desse medicamento e não encontram nas farmácias. Eu tenho 3 filhos, um deles especial e faz parte do grupo de risco! Eu comprei uma caixa desse medicamento caso necessite utilizá-lo, sem pensar nas consequências do que isso poderia causar: A falta que ele fará para quem realmente precisa”, escreveu ela.

NOVOS TESTES

A Prevent Senior anunciou nesta sexta (20) que iniciou um protocolo de pesquisa com o medicamento para malária hidroxicloroquina em alguns pacientes com diagnóstico comprovado da Covid 19. O Hospital Einstein também deve realizar testes com a substância.

No momento, ainda não há comprovação da eficácia e segurança do remédio no combate ao coronavírus.