Eleições 2016

Iris é o único candidato a crescer acima da margem de erro em nova pesquisa Serpes

Principais concorrentes do peemedebista tiveram queda. O peemedebista também apresentou queda em sua taxa de rejeição




Iris Rezende (PMDB) foi o único candidato a prefeito de Goiânia a crescer na segunda rodada da pesquisa Serpes/O Popular, divulgada nesta segunda-feira (29). Na estimulada, o peemedebista passou de 31,9% no levantamento feito em 14 de agosto para 37,1% neste último, fechado no dia 26.

Waldir Soares continua na segunda posição, com 19,2%. No levantamento anterior ele tinha 20,6%.

Vanderlan Cardoso (PSB) aparece com 14,8% (tinha 16,8%), Adriana Accorsi tem 6,8% (tinha 7,4%), Francisco Júnior apresenta 1% (tinha 1,2%) e Djalma Araújo (Rede) e Flávio Sofiati (Psol) somam menos de 1% cada um.

Vale ressaltar que, com exceção de Iris, todos os candidatos variaram dentro da margem de erro, que é de 4,38%.

Nessa modalidade, 8,2% dos consultados disseram que pretendem anular o voto, enquanto 11,8% ainda estão indecisos.

Espontânea

No levantamento espontâneo, quando o nome dos candidatos não são apresentados ao eleitor, Iris também lidera. Com 23,8% das intenções de voto, é o único a atingir a marca dos dois dígitos, apresentando crescimento de 9,2% em relação à pesquisa da primeira quinzena de agosto, quanto tinha 14,2%.

Waldir Soares foi de 6,2% para 8,4%, enquanto Vanderlan, que tinha 6,6%, foi para 9,6%.

Adriana Accorsi aparece na quarta posição, com 3,6%, Francisco Júnior vem em quinto, com 0,2%, e Djalma Araújo e Flávio Sofiati não pontuaram.

Nesse cenário, 6% disseram que anulariam o voto, enquanto indecisos somam 48,5%.

Rejeição

Apesar de ainda ser o candidato mais rejeitado, a última pesquisa Serpes demonstrou tendência positiva para Iris também nesse quesito. Os 19,8% registrados agora são 6,9% menores que os 26,7% apresentados no dia 14.

Djalma Araújo é o segundo mais rejeitado, com 19,6%. Adriana Accorsi vem em terceiro, com 18,8%, e Waldir Soares em quarto, com 18%.

Flávio Sofiati registra 17,2% e Francisco Júnior, 17%.

Dados corrigidos

De acordo com o jornal O Popular, a informação publicada no gráfico da matéria sobre a pesquisa espontânea traz a porcentagem de intenção de votos invertida do Delegado Waldir e Vanderlan Cardoso. O correto é o que está no texto do levantamento, com 9,6% para o candidato do PR e 8,4% para o pessebista.

O levantamento foi realizado entre os dias 23 e 26 de agosto. Foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo: GO-02407/2016 no dia 23 de agosto de 2016. 501 eleitores goianienses foram ouvidos pela pesquisa. A Responsabilidade Técnica é da Serpes Pesquisa de Opinião e Mercado Ltda. A Empresa contratante é a Jaime Câmara & Irmãos (Jornal O Popular). A margem de erro é de 4,38% pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi realizado nas regiões: Centro, Norte, Sul, Leste e Oeste de Goiânia.