Mundo

Irã: Comandante assume responsabilidade por avião abatido

Forças armadas do Irã dizem que confundiram o avião de passageiros com um alvo hostil após o ataque com mísseis balísticos contra duas bases militares no Iraque que abrigam tropas dos EUA


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 11/01/2020 às 08:29:28

Restos de um avião pertencente à Ukraine International Airlines, que caiu após decolar do aeroporto Imam Khomeini no Irã, são vistos nos arredores de Teerã, no dia 8 de janeiro de 2020. Nazanin Tabatabaee / WANA (Foto: Agência de Notícias da Ásia Ocidental) via REUTERS)
Restos de um avião pertencente à Ukraine International Airlines, que caiu após decolar do aeroporto Imam Khomeini no Irã, são vistos nos arredores de Teerã, no dia 8 de janeiro de 2020. Nazanin Tabatabaee / WANA (Foto: Agência de Notícias da Ásia Ocidental) via REUTERS)

Um comandante da Guarda Revolucionária Iraniana diz que sua unidade assume “total responsabilidade” pelo abate acidental de um avião de passageiros ucraniano.

Em um discurso transmitido pela TV estatal neste sábado, o general Amir Ali Hajizadeh diz que, quando soube da queda do avião, que matou todos os 176 passageiros a bordo, “eu preferi estar morto”.

As forças armadas do Irã dizem que confundiram o avião de passageiros com um alvo hostil após o ataque com mísseis balísticos contra duas bases militares no Iraque que abrigam tropas dos EUA. O ato foi uma retaliação pelo assassinato do principal general do Irã, Qassem Soleimani, em um ataque aéreo americano em Bagdá. Fonte: Associated Press.