$$$

Ipasgo inicia pagamento de dívidas com a rede credenciada nesta quinta-feira (21)

As dívidas de dezembro de 2018 somam R$ 119,7 milhões. Presidente do Ipasgo diz que objetivo é "organizar as finanças do instituto"


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 20/03/2019 às 16:22:33

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O Instituto de Assistência aos Servidores do Estado de Goiás (Ipasgo) começará a partir desta quinta-feira (21) a pagar as dívidas com a rede credenciada referente ao mês de dezembro de 2018. Ao total, serão pagos R$ 119,7 milhões.

Os prestadores de serviços cadastrados como pessoas físicas, que representam 3.210 profissionais no Estado, vão receber nesta quinta-feira, 21. O volume destes pagamentos soma R$ 19.437.027,49. Já os prestadores cadastrados como pessoas jurídicas, que são 900 empresas da área da saúde, terão os débitos liquidados no dia 29 de março.

O presidente do Ipasgo, Sílvio Fernandes, diz que as medidas tomadas para regularizar a situação com a rede credenciada seguem a determinação do governador Ronaldo Caiado. “Nosso objetivo é organizar as finanças do instituto e honrar as obrigações com a rede credenciada e com os usuários”.

Fernandes afirma que, ao assumir a gestão do Ipasgo, encontrou um déficit mensal de R$ 10,5 milhões e uma dívida de quase quatro meses com a rede credenciada. Segundo ele, a falta de pagamento aos prestadores de serviço poderia inviabilizar o atendimento de saúde dos mais de 620 mil usuários.

Ele recorda que, em janeiro não foi possível realizar nenhum pagamento para a rede credenciada. Assim, foram aplicadas medidas de redução de gastos e negociações com a Secretaria de Economia para que fossem feitos os repasses das contribuições.

De acordo com Sílvio, os valores referentes a setembro e outubro, que somavam R$ 122,7 milhões, foram pagos no dia 6 de fevereiro. Os débitos de novembro foram pagos também em fevereiro. Os prestadores registrados como pessoa física receberam as faturas avaliadas em R$ 16 milhões, no dia 20 e os cadastrados como pessoa jurídica, tiveram os débitos de R$ 99,5 milhões quitados no dia 28 de fevereiro.

“Foram pagos em dois meses de gestão, R$ 357,9 milhões em dívidas com a rede credenciada”, conclui Fernandes.