Quitação de débitos

Ipasgo divulga pagamento para prestadores de serviços referente ao mês de novembro

Segundo o presidente do órgão, Silvio Fernandes, credenciados cadastrados como pessoas físicas receberão até o dia 20 e os de pessoas jurídicas até o próximo dia 28


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 18/02/2019 às 19:25:08

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Os pagamentos dos prestadores de serviços credenciado ao Instituto de Assistência ao Servidor do Estado de Goiás (Ipasgo) serão realizados nos dias 20 e 28 de fevereiro. A informação foi dada pelo presidente do órgão, Silvio Fernandes, na tarde desta segunda-feira (18). Os débitos são referentes ao mês de novembro. Durante o anúncio, estiveram presentes na reunião os representantes do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), Conselho Regional de Odontologia (CRO-GO) e Sindicato dos Médicos (Simego).

Segundo Silvio, os prestadores registrados como pessoa física, que somam 3210 profissionais espalhados pelo Estado, receberão no dia 20. Os totais de débitos dessa categoria chegam à cifra de R$ 16 milhões. Já no dia 28, será a vez dos 900 prestadores cadastrados como pessoa jurídica terem seus débitos quitados. No total, serão pagos R$ 115,5 milhões do montante em atraso de três meses.

Silvio falou sobre a crise que o instituto vive e explicou que algumas medidas, tida como emergenciais, estão sendo tomadas para quitar as dívidas que, de acordo com ele, se arrastam desde o ano passado. “Nosso objetivo é organizar as finanças do instituto e honrar as obrigações com a rede credenciada e, principalmente, com os nossos usuários. Nossos esforços são para que a prestação de serviço não seja paralisada de forma alguma”.

No último dia 7 o órgão realizou os pagamentos referente a débitos dos meses de setembro e outubro de 2018. Cerca de 3,7 mil credenciados receberam valores que deveriam ter sido realizados em dezembro do ano passado. Em entrevista ao Mais Goiás, Silvio já havia adiantado que o órgão estava com uma dívida de mais de R$ 270 milhões e destacou algumas dessas medidas tomadas. Ele ressaltou que o instituto passa por um déficit mensal de R$ 10,5 milhões. Para isso, contratos foram revisados e mais de 100 colaboradores foram dispensados. Além disso, ele pontuou a readequação de recursos e gastos gerais, como a emissão de cópias.

Uma nova reunião está agendada para o dia 14 de março. Desta vez, com finalidade de decidir os pagamentos das faturas referente ao mês de dezembro.

Reunião foi realizada na sede do órgão, em Goiânia (Foto: Divulgação/ Assessoria)