Da Redação
Do Mais Goiás

Investimento do governo em habitação na região metropolitana chega a R$ 15 milhões

Somado aos recursos federais aplicados no setor habitacional desde 2019, investimentos chegam a R$ 109 milhões

Governador Ronaldo Caiado (DEM) em solenidade de entrega de moradias
Governador Ronaldo Caiado (DEM) em solenidade de entrega de moradias

O investimento estadual na região Metropolitana de Goiânia (RMG) para a construção de moradias e entrega de escrituras já é da ordem de R$ 14,8 milhões, desde o início da gestão do governador Ronaldo Caiado. Ao todo, incluindo a entrega da última terça-feira (15/12), em Nova Veneza, 955 famílias foram beneficiadas com casa própria na capital e municípios vizinhos.

Somado aos recursos federais aplicados no setor habitacional, no mesmo período, a verba de R$ 14,8 milhões passa a ser ampliada para R$ 109 milhões. Já foram contemplados os municípios de Goiânia (589 unidades habitacionais), Santo Antônio de Goiás (21), Bonfinópolis (140), Nova Veneza (175) e Senador Canedo (30).

“Temos que ter uma parceria e cada um tem sua parte: governo federal, Estado e cada município. É um trabalho para melhorar a vida das pessoas”, sustentou o governador Ronaldo Caiado, durante o evento.

Para a família de Jhonys Bento Silva, 29 anos, encarregado de departamento pessoal, conquistar o sonho da casa própria significou um marco em sua história de vida. Ele contou que, há cinco anos casado e hoje com uma filha de 2, sempre teve o objetivo de ter uma residência, mas até então tinha morado com a mãe ou de aluguel.

“É uma casa de qualidade, pensada na modernidade das famílias, que hoje não têm muitas pessoas. Tem dois quartos, tem banheiro bom, sala com cozinha americana, área no fundo de serviço, garagem. A gente só vai pegar a chave e mobiliar”, comemorou, ao lado da mulher Karine Santos e da filha Helena, em Nova Veneza.

Mais obras

Somente em Goiânia, até o final deste ano e início do próximo, estão previstas as entregas de mais 1 mil moradias, distribuídas nos residenciais Jardim das Oliveiras, Porto Dourado e João Paulo II, totalizando 1.539 famílias atendidas em dois anos.

Dados da pasta também apontam que 2.793 famílias de baixa renda foram beneficiadas com escrituras. Estão em andamento ainda a legalização de 1.905 imóveis e a construção de 2.730 moradias, que representam investimento superior a R$ 220 milhões, dos quais R$ 31,4 milhões são de contrapartida do Governo de Goiás.