Do Mais Goiás

Investigados revestem bolsas com alumínio para burlar alarme de lojas em Valparaíso

Até o momento, uma mulher e um menor foram capturados

A Polícia Civil investiga suspeitos que utilizam bolsas e grandes sacolas com revestimentos internos de alumínio para furtar roupas e acessórios de lojas sem que os alarmes disparem. O - Polícia investiga suspeitos de usar revestimento de alumínio em bolsas para burlar alarme de lojas em Valparaíso
Polícia investiga suspeitos de usar revestimento de alumínio em bolsas para burlar alarme de lojas em Valparaíso (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

A Polícia Civil investiga suspeitos de furtar roupas e acessórios de lojas e colocar os objetos roubados em bolsas e sacolas com revestimentos internos de alumínio para que os alarmes não disparem. Os casos foram registrados em Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal. Até o momento, uma mulher e um menor de idade foram capturados em situação de flagrante.

Durante as apurações, foi possível identificar vários membros dessa organização criminosa e, segundo a polícia, em breve serão indiciados nos respectivos inquéritos policiais. As investigações apontaram, também, que os criminosos estão causando grandes prejuízos para os comerciantes locais.

Vale lembrar que a operação intitulada como Ligas de Alumínio tem sido comandada pelo Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Valparaíso.

Além dos referidos suspeitos, durante as abordagens realizadas, a Polícia Civil de Goiás conseguiu prender um homem que estava foragido da Justiça do Distrito Federal.

*Com informações da Polícia Civil

Suspeito tenta fugir da polícia em Valparaíso, mas bate em viatura; leia.