Do Mais Goiás

Investigação conclui que idoso matou esposa com facada no rosto, em Catalão

Casal viva junto há 14 anos e a vítima já viva em contexto de violência doméstica há alguns anos

(Foto: Divulgação/PM)

Um idoso de 63 anos é apontado como responsável pelo feminicídio da esposa, de 67, com uma facada no rosto. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na cidade de Catalão, após uma discussão banal. Embora casado com a mulher por 14 anos, suspeito protagonizava casos de violência doméstica com frequência contra a companheira, revela a delegada Alessandra Maria Castro.

O crime aconteceu no último dia 6 de junho, no Bairro Primavera. Mas, a prisão preventiva do idoso só foi decretada nesta terça-feira (15). Na época, vizinhos ouviram os barulhos e acionaram a polícia, mas a vítima, identificada como Sirene Fernandes Borges, já estava morta quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local.

“O agressor aguardou um momento de distração da vítima, que estava sentada no sofá e assistindo TV e desferiu-lhe uma facada, no lado esquerdo do rosto, levando-a a óbito imediatamente”, detalhou a delegada.

Ainda segundo a investigadora, o homem é alcoólatra e já agredia verbalmente e fisicamente a mulher há algum tempo. No entanto, a vítima nunca denunciou as violências e nem procurou por ajuda.

Violência doméstica em Catalão

Assim como Sirene, outras 46 mulheres sofreram com lesões corporais na cidade de Catalão durante o primeiro trimestre de 2021, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública de Goiás. Em todo o estado, 15 mulheres perderam a vida em crimes de feminicídio, nesse mesmo período. “Por isso, a gente reforça a importância de as vítimas de violência doméstica procurarem ajuda ou fazerem denúncias contra seus agressores para que a situação não se agrave”, reitera.