Do Mais Goiás

Internautas ironizam prisão de Queiroz na cidade do “sítio de Lula”

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso nesta quinta-feira, em um sítio na cidade de Atibaia

Entrada da cidade de Atibaia, conhecida como Capital do Morango (Foto: reprodução/twitter)
Entrada da cidade de Atibaia, conhecida como Capital do Morango (Foto: reprodução/twitter)

Fabrício Queiroz foi preso nesta quinta (18) em Atibaia, cidade em que ex-presidente Lula, teria sido beneficiado com reformas pelas empresas investigadas na Lava Jato em um sítio. O local em que Queiroz foi preso leva o nome de “Sonho Meu”. A chácara pertence a Frederick Wassef, advogado de Queiroz na investigação no caso das rachadinhas. Wassef também advoga para o senador Flávio Bolsonaro no mesmo processo e também tem o presidente Jair Bolsonaro como cliente.

Atibaia é conhecida como a “Terra do Morango” e apesar da ironia com Lula, até o momento não há indícios de que se trate de algo além de uma mera coincidência. O assunto dominou a internet nesta quinta e foi um dos assuntos mais comentados na rede social Twitter.

No entanto, a prisão de Queiroz na mesma cidade do Sítio do Lula foi motivo para que os internautas alfinetassem o novo “ponto em comum” entre os rivais políticos.

A chácara “Sonho Meu fica numa região mais centralizada em comparação ao “sítio de Lula”, em Atibaia. O imóvel fica perto da Rodovia Fernão Dias e a menos de 75 quilômetros do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde Queiroz, em determinado momento, fez tratamento contra um câncer.