Habilitação

Interessados em CNH Social podem se inscrever até 4 de janeiro

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) há 2.010 vagas disponíveis. Destas, 10% serão destinadas a pessoas com deficiência


Larissa Lopes
Do Mais Goiás | Em: 30/12/2019 às 16:05:03

CNH Social terá divulgação da lista da terceira chamada nos próximos dias. (Foto: Reprodução)
CNH Social terá divulgação da lista da terceira chamada nos próximos dias. (Foto: Reprodução)

Os interessados em obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Social podem se inscrever até o dia 4 de janeiro. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) há 2.010 vagas disponíveis. Destas, 10% serão destinadas a pessoas com deficiência. O resultado sobre quem será contemplado está previsto para ser divulgado no dia 4 de fevereiro.

As vagas estão distribuídas nas modalidades Estudantil, Urbana e Rural. Para se cadastrar, os candidatos devem acessar o site do departamento. Os candidatos que não atingirem os critérios necessários serão automaticamente eliminados. O restante segue para os critérios de desempate, que vão desde a nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), renda per capita familiar e Bolsa Família. Se ainda assim houver empate, há ainda o critério de data e hora da inscrição.

O projeto, que é fruto de parceria entre Detran e Governo de Goiás, visa dar acesso ao documento para cidadãos de baixa renda. “Mais que ferramenta de mobilidade, o documento representa uma oportunidade de emprego e renda a quem deseja trabalhar no ramo”, informa o Detran. Até o dia 19 de dezembro, já haviam mais de 78 mil inscritos.

Além da primeira habilitação, o programa oferece condições para que os contemplados possam adicionar categoria (A ou B) ou mesmo mude de B para D. Além disso, segundo o Detran, os selecionados terão isenção de taxas, exames médicos e psicológicos, curso teórico e prático. Podem ser feitos três retestes.

Modalidades da CNH Social

Os candidatos da modalidade estudantil devem ter idades entre 18 a 25 anos, cadastro no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) e ter participado do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) do ano anterior da inscrição. O Detran destaca que a nota será um critério de seleção, em ordem decrescente. Por isso, a importância de apresentar um comprovante do desempenho na prova.

Os jovens também precisam ter estudado todo o Ensino Médio em escola pública. As vagas na modalidade urbana são voltadas para maiores de 21 anos que devem estar inscrito no CadÚnico, comprovar a conclusão do Ensino Fundamental e morar na cidade onde farão a prova.

Todos esses critérios também são exigidos na modalidade rural, mas com o acréscimo da declaração de aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), inclusive a DAP Acessória, que deve ser emitida em Goiás.