Estadao Conteúdo

Integrantes do Estado Islâmico ‘preparavam ataques’ em Moscou, diz Rússia

O Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia, principal agência de segurança interna do país, disse nesta quinta-feira (25) que prendeu quatro membros do grupo terrorista Estado Islâmico

O Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia, principal agência de segurança interna do país, disse nesta quinta-feira (25) que prendeu quatro membros do grupo terrorista Estado Islâmico, que estavam preparando ataques em Moscou.

O FSB disse que os suspeitos presos em Moscou estavam se preparando para atacar a rede de transportes da capital russa. Em uma declaração, a agência afirmou que os quatro estavam trabalhando sob instruções do Estado Islâmico na Síria para preparar ataques usando dispositivos explosivos fabricados por conta própria.

De acordo com o FSB, os suspeitos estavam planejando aderir ao Estado Islâmico na Síria após o ataque. A agência disse que o grupo inclui cidadãos da Rússia e de países da Ásia Central, de ex-nações soviéticas. As prisões seguem o atentado suicida do mês passado no metrô de São Petersburgo, que deixou 16 mortos e mais de 50 feridos.

Atentado em Manchester

Na manhã desta quinta-feira, a polícia da Alemanha disse que Salman Abedi, suposto autor do atentado suicida após um show da cantora Ariana Grande na Manchester Arena, fez uma escala em Düsseldorf, contradizendo informações da imprensa local segundo as quais ele teria permanecido na cidade do oeste da Alemanha.

De acordo com o jornal alemão Focus, investigadores britânicos da Scotland Yard contactaram autoridades alemãs porque Abedi teria pego um voo de Düsseldorf para Manchester quatro dias antes do atentado no Reino Unido, que deixou 22 mortos e 64 feridos.