FolhaPress

Instagram libera foto de seios femininos em três condições; veja o que muda

Em nota, o Instagram afirmou que a mudança é para evitar que imagens de corpos gordos e maiores sejam removidas erroneamente

Seios femininos e Instagram pareciam ser temas que não davam match. Pelo menos até agora, parte das usuárias reclamava de ter removido conteúdo em que aparecia parte do seio ou o mamilo. Em fevereiro deste ano, reportagem de Universa mostrou que alegação era de proteção às usuárias, para impedir que nudes fossem publicados sem consentimento.

A partir desta quarta-feira (28), no entanto, as coisas mudarão. Em comunicado, o Instagram avisou que não eliminará do feed imagens de seios femininos nus, seguindo três condições: se a pessoa estiver simplesmente “abraçando, acariciando ou segurando seus seios”.

A atualização da política, segundo a rede social, contempla uma questão específica em relação às postagens de fotos de pessoas gordas. “Estamos atualizando nossas políticas para evitar que imagens de corpos gordos e maiores sejam removidas erroneamente”, diz o Instagram, em nota. Entenda a mudança.

Fotos de seios femininos no Instagram: o que muda

De acordo com o Instagram, a partir de amanhã, as fotos de mulheres com seios à mostra serão abordadas de forma diferente pela plataforma. “Permitiremos conteúdo em que alguém estiver simplesmente abraçando, acariciando ou segurando seus seios. E, se houver dúvidas sobre o conteúdo, pediremos aos revisores que ele não seja removido”, explica a empresa.

“Estamos comprometidos em fazer a coisa certa e continuaremos a trabalhar com especialistas e com os membros da nossa comunidade para seguirmos melhorando”.

Imagens “apertando” os seios estão vetadas

A política mudou, sim, mas tem um porém. Os seios não podem aparecer sendo “apertados”. “Imagens que contenham seios sendo apertados, em um movimento de agarrar com os dedos dobrados e onde há uma clara alteração no formato dos mesmos, continuam violando as nossas políticas e serão removidas”. Isso porque, diz o Instagram, “isso costuma ser comumente associado a conteúdo pornográfico”.

Bela Gil com o filho caçula, Nino (Imagem: Reprodução/Instagram/@belagil)

A publicação de mamilos masculinos, em vídeos ou fotos, continua liberada pela empresa. A empresa também mantém regras relacionadas à imagem de crianças. Recentemente, uma foto da apresentadora Bela Gil com o filho Nino, em que o menino aparece sem roupa e, ela, sem uma peça cobrindo os seios, foi eliminada pela rede social — mas voltou ao feed da usuária depois de reportagem.