Investimentos

Inova Goiás vai investir mais de R$ 1 bilhão em inovação

A solenidade aconteceu nesta quarta-feira, dia 2, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia.




Com o objetivo de aumentar a competitividade por meio da inovação e tecnologia, inserindo o Estado entre os três primeiros do Brasil que mais investem em inovação, o Governo de Goiás lançou o Inova Goiás. Os investimentos devem ultrapassam R$ 1 bilhão até 2018. A solenidade aconteceu nesta quarta-feira, dia 2, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia.

O governador Marconi Perillo comentou que este projeto vai despertar a autoestima e esperança dos goianos diante da crise que afeta todo o País. “Estamos lançando hoje a semente de um futuro altamente promissor para o nosso Estado”. Ele ressaltou a importância das parcerias e pediu o engajamento de todos do Governo, das prefeituras, governo federal, além de federações, fórum empresarial e o setor produtivo.

“Estamos colocando nossa criatividade para funcionar para suprir as demandas de cada um desses projetos”, disse o governador. O programa reúne cerca de 40 ações estratégicas e será coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), pasta que tem como titular o vice-governador, José Eliton, com o apoio da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) e de vários órgãos da administração estadual, de universidades e demais instituições de ensino e pesquisa, de agências de fomento e do setor produtivo.

Uma das principais estratégias para estimular iniciativas inovadoras no Estado de Goiás será a criação de rotas da inovação, mapeando nas diversas regiões os polos de excelência em seus respectivos setores e atividades. O objetivo é tornar esses polos referência nacional e internacional nas suas áreas de abrangência.

Recursos
O vice-governador José Eliton explicou que o Inova Goiás vai congregar todas as ações do Governo para ter uma plataforma de inovação no setor público e privado para garantir o desenvolvimento do Estado. Ele informa que os recursos vem de mais de 25 fontes de origem. “Temos desde fundos constitucionais do governo federal, passando por convênios com o Governo Federal, recursos de vinculação constitucional de todas as áreas do Governo, que garantem todo o financiamento para este recurso. Todo este programa foi desenvolvido com olhar atento na questão do ajuste fiscal, não há despesa nova, não há comprometimento de receita por parte das secretarias”.

Ao planejar as ações estratégicas para a inovação no Estado de Goiás, o Governo estabeleceu como metas o aumento da empregabilidade e da renda per capita, o que terá impacto direto na vida da população; o aumento da eficiência dos meios de produção, melhorando a produtividade das empresas inovadoras; o aumento do número de pesquisas com maior relevância para o setor produtivo, promovendo a absorção do conhecimento científico pelo setor privado; e o aumento da competitividade, para um desenvolvimento econômico e social ainda mais forte por meio da promoção da tecnologia e da inovação.