Rei do Futebol

Infecção urinária fez Pelé ser internado em Paris

Segundo a assessoria do Rei, ele deverá ficar internado no Hospital Americano, em Neuilly sur Seine, a oeste de Paris, por mais dois dias


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 03/04/2019 às 20:00:23

(Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
(Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Pelé, 78, foi internado em Paris na noite desta terça (2), após se sentir mal depois de um evento comercial. O ex-jogador estava com febre e foi diagnosticado com infecção urinária.

Segundo a assessoria do Rei, ele deverá ficar internado no Hospital Americano, em Neuilly sur Seine, a oeste de Paris, por mais dois dias. “Fui com o Pelé para o hospital, ele estava tremendo de febre. No fim era uma infecção urinária, está tratando com antibióticos”, disse Pepito Fornos, seu assessor, à reportagem.

A assessoria de comunicação do Hospital Americano não quis fornecer informações sobre o estado de saúde do Rei. No fim da tarde desta quarta (3), funcionários abordados pela reportagem diziam não saber se Pelé estava de fato ali. Na rua em frente à entrada principal, dois jornalistas de uma agência de notícias aguardavam notícias com uma câmera apontada para o prédio.

Pelé sentiu-se mal após participar do lançamento de uma linha de relógios com o francês Kylian Mbappé, jogador do Paris Saint-Germain e campeão do mundo com a França em 2018.

O encontro com Mbappé já deveria ter acontecido no ano passado, mas foi adiado em razão das condições de saúde do ídolo do Santos, tricampeão do mundo com a seleção brasileira.

Debilitado por três cirurgias recentes, ele não pôde comparecer ao Mundial da Rússia.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo no fim de 2018, o ex-jogador disse estar bem, mas não 100%.

“Graças a Deus, estou bem. Fiz três cirurgias nos últimos anos, mas não estou 100%. Não sinto mais dor, sinto mais fraqueza. Eu tinha umas pernas bonitas, olha como estão agora [aperta as coxas por cima da calça]. Tive de fazer duas [cirurgias] no quadril, uma na coluna porque houve desgaste. Também tem o joelho. Até brinquei. Disse que joguei futebol por 30 anos, 25 no Santos e cinco no Cosmos. Deus só mandou a conta agora. Nos 30 anos de futebol não tive contusão. Mas já estou até dando pique no lugar (risos)”, afirmou.