SEQUESTRO FAKE

Indiciada por forjar e transmitir ao-vivo o próprio sequestro é solta em Rio Verde

De acordo com a PC, o intuito da mulher era ficar conhecida. A mulher atirou no falso sequestrador, que confessou que receberia R$ 50 mil

Cidades

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 23/12/2019 às 09:28:20

De acordo com a PC, o intuito da mulher era ficar conhecida. A mulher atirou no falso sequestrador, que confessou que receberia R$ 50 mil (Foto: reprodução/Vídeo/Facebook)
De acordo com a PC, o intuito da mulher era ficar conhecida. A mulher atirou no falso sequestrador, que confessou que receberia R$ 50 mil (Foto: reprodução/Vídeo/Facebook)

Após cerca de nove meses presa, foi solta do presídio de Rio Verde, Herlândia Nunes Rodrigues, 26 anos, indiciada pela Polícia Civil (PC) por forjar o próprio sequestro e transmitir tudo ao-vivo pelo Facebook em abril deste ano. A decisão foi da juíza Thatiane Marcella Mendes Rosa Borges e Herlândia foi solta na noite da última sexta-feira (20).

De acordo com a PC, o intuito da mulher era ficar conhecida nacionalmente. Ela inclusive atirou no falso sequestrador, Matheus Campos de Oliveira, 21 anos. O tiro atingiu de raspão o rosto de Matheus, que confessou à polícia que a mulher lhe ofereceu R$ 50 mil para participar do falso sequestro.

Herlândia responde pelos crimes de porte ilegal de arma, falsa comunicação de crime e tentativa de homicídio qualificado. Matheus foi indiciado por porte ilegal de arma e falsa comunicação de crime.

Relembre o sequestro

No dia 8 de abril, foi noticiado que Matheus estava mantendo Herlândia refém, no Bairro Residencial Veneza, em Rio Verde. O suposto sequestro foi transmitido ao-vivo pelo Facebook. Nas imagens, o bandido aparece com a arma na cabeça da vítima. Herlândia chegou a gritar para que os policiais chamarem a imprensa. “Chama o jornal só pra ele sair daqui. Se essa arma disparar na minha cabeça eu vou morrer”, exclamou a vítima durante a confusão.

Contudo, no dia 13 de abril, a suposta vítima foi presa pela PC suspeita de ter participado do próprio sequestro. Relatos da Polícia Militar (PM) apontam que o suposto sequestrador teria pedido para que a vítima saísse de casa, em direção à rua, na frente dele, com a arma de fogo. Foi quando ela aproveitou para atirar contra o jovem.

Indiciada por forjar e transmitir ao vivo o próprio sequestro é solta em Rio Verde

A mulher forjou sequestro com intuito de ser reconhecida, em Rio Verde (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

*Com informações do G1