Do Mais Goiás

Indicadores da Covid-19 apresentam tendência de queda, em Aparecida

Mesmo em queda, óbitos de abril ficaram próximos ao recorde de 239 óbitos no mês de março

Indicadores da Covid-19 em Aparecida (Foto: Wigor Vieira/SecomAparecida)
Indicadores da Covid-19 em Aparecida (Foto: Wigor Vieira/SecomAparecida)

A média móvel de novos casos e mortes por infecção apresentam tendência de queda, em Aparecida. Apesar da melhoria dos indicadores da Covid-19, número de mortes de abril ficou próximo ao recorde de março, mês mais mortífero da pandemia. Em abril, foram 232 mortes pela doença, apenas 7 óbitos a menos do que ocorreram no mês anterior. O Mais Goiás tem calculado as médias móveis dos dois indicadores com dados dos boletins epidemiológicos divulgados diariamente pela Administração Municipal.

A média móvel de óbitos causados por complicações da Covid-19 está em 5,8 mortes diárias. O número representa uma queda de 30% em relação ao início do mês de abril, quando o indicador estava em 8,2 mortes diárias. Mesmo com redução do indicador, ocupação de leitos de UTIs públicas volta a crescer, em Aparecida

Apesar da queda no índice, o número de mortos por Covid-19 em todo mês de abril ficou próximo ao registro do mês mais mortífero da doença em Aparecida. O mês de março, que registrou 239 mortes pela infecção. Em abril, 232 pessoas perderam a vida por complicações da infecção viral.

Novas Cepas

Um dos indicadores da Covid-19, a média móvel de mortes diárias atual está mais alta do que o mesmo indicador para o mês de fevereiro, período considerado anterior à segunda onda do Coronavírus, quando novas cepas do vírus, mais letais e com carga viral maior, começaram a ter grande circulação em todo território nacional. A média móvel de mortes por Covid-19 no dia 10 de fevereiro em Aparecida estava em 1,5 óbitos por dia.

Ainda no mês de abril, o secretário municipal de saúde, Alessandro Magalhães disse ao Mais Goiás que a cidade deveria registrar queda no número de mortes por Covid-19 a partir da segunda quinzena daquele mês. Na ocasião, o secretário também afirmou que Aparecida não repetiria o recorde do mês de março.

Detecção

Atualmente, surgem em média 144 novas detecções da infecção viral por dia, em Aparecida. O número é 30% menor do que o mesmo índice registrado há 14 dias, quando estava em 196 detecções diárias, no dia 18 de abril. Neste dia, a curva apresentava tendência de crescimento. Desde o dia 29 de abril, a média ficou abaixo de 150 novos casos diários da doença.

Acompanhe a evolução da Covid-19 em Aparecida: