Cidades

Incêndio destrói parte de Cmei no Distrito de São Bartolomeu, em Cristalina

O fogo se espalhou pela secretaria do local e pela sala de brinquedos. Os bombeiros gastaram cerca de 4 mil litros de água para combater as chamas. Um suspeito foi preso


Kayque Juliano

Do Mais Goiás | Em: 18/12/2018 às 12:37:47


Bombeiros gastaram 4 mil litros de água para combater o incêndio(Foto: Divulgação/ Bombeiros)
Bombeiros gastaram 4 mil litros de água para combater o incêndio(Foto: Divulgação/ Bombeiros)

Um incêndio de média proporção destruiu parte de um Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), na madrugada desta terça-feira (18), no Distrito de São Bartolomeu, próximo à Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. A suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso. Um suspeito foi preso pela Guarda Municipal da cidade.

Equipes dos bombeiros foram acionados para atender a ocorrência por volta de seis horas. Ao todo foram gastos quatro mil litros de água para combater as chamas. O fogo destruiu duas salas e outras duas tiveram os tetos danificados.

“O fogo se concentrou na secretaria do Cmei e em uma das salas onde ficava os brinquedos das crianças. As chamas também avançaram para outras duas salas e os forros foram danificados. Como havia muito material combustível, o fogo se espalhou muito rápido”, explica o sargento da Silva.

Segundo os bombeiros, o fogo destruiu documentações, brinquedos, computadores, impressoras. O trabalho de combate às chamas durou cerca de 3 horas e, posteriormente, foi realizado o rescaldo no local. Ninguém ficou ferido.

O Mais Goiás entrou em contato com a diretora do Cmei Mundo Encantado, no entanto, ela estava na delegacia registrando a ocorrência e, abalada, disse que não poderia atender no momento. Procurada, a Prefeitura de Cristalina ainda não emitiu um comunicado sobre o caso.

Prisão do Suspeito

Segundo os bombeiros, no momento do combate ao incêndio, equipes da Guarda Municipal prenderam um homem suspeito de ter furtado o local. De acordo com a Guarda Municipal, o homem, que não teve a identidade divulgada, mora no mesmo distrito onde fica a creche e estava com vários objetos furtados do local em sua casa. No entanto, ainda não é possível confirmar se ele também ateou fogo no espaço. Ele está sendo conduzido neste instante para a delegacia da cidade, onde será ouvido pelo delegado.

(Foto: Divulgação/ Bombeiros)