Incêndio

Incêndio de grandes proporções atinge galpão comercial, em Anápolis

Segundo o Corpo de Bombeiros, cerca de 70 mil litros de água foram gastos para controlar o incêndio; ninguém ficou ferido


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 18/03/2019 às 11:16:27

(Foto: Divulgação / Bombeiros)
(Foto: Divulgação / Bombeiros)

Um incêndio de grandes proporções atingiu, na noite deste domingo (17), um galpão comercial localizado no bairro JK Nova Capital, em Anápolis, a 60 quilômetros de Goiânia. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a equipe conseguiu controlar o fogo para que as chamas não alcançassem edificações próximas. Os militares ainda realizam ações de rescaldo para combater as chamas que surgem nos escombros.

Ainda conforme a corporação, o incêndio no galpão teria iniciado por volta de 20h e foi controlado apenas às 4h desta segundo-feria (18). As chamas se alastraram rapidamente pelo local devido ao material incendiável que era depositado no espaço: madeira, plástico e espuma.

“Nossas equipes foram acionadas por volta de 20h30, por moradores da vizinhança, que se assustaram ao verem a altura das chamas já alastrados no galpão. Uma residência e outro galpão comercial estavam sob risco de também serem atingidas pelas chamas. Realizamos ações preventivas como o resfriamento das paredes limítrofes da edificação para, assim, evitar a propagação do fogo para a vizinhança. Posteriormente, combatemos diretamente as chamas”, esclarece o comandante do 3º Batalhão dos Bombeiros em Anápolis, tenente coronel Ricardo Silveira.

As chamas atingiram uma empilhadeira, vários produtos importados, móveis, itens de decoração e outros materiais. De acordo com os bombeiros, as principais hipóteses são de sobrecarga elétrica e problemas de fiação. Contudo, a causa do incêndio apenas será confirmada após perícia da Polícia Técnico Científica. Não haviam sinais de ação criminosa que levantassem suspeitas de incêndio criminoso.

Participaram do combate ao incêndio 18 militares e seis viaturas, dentre elas, duas carretas de combate a incêndio. Foram gastos 70 mil litros de água para controlar as chamas. duas viaturas e duas carretas de combate a incêndio. Para realizar ação de rescaldo, foi utilizada uma pá carregadeira. Não houve vítimas.

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo