Do Mais Goiás

Implantação de aterro sanitário em Nova Veneza causa polêmica na cidade

Moradores planejam, para amanhã (5), uma manifestação contra o projeto, que ainda está em discussão

Foto: MapioNet/Reprodução

Moradores de Nova Veneza, município a 40 quilômetros de Goiânia, planejam uma manifestação para esta quarta-feira (5) contra a possível construção de um aterro sanitário em uma região da cidade. De acordo com moradores ouvidos pelo Mais Goiás, o aterro, que estaria planejado para ser construído numa propriedade às margens da GO-462, traria impacto direto para nascentes, animais e condomínios habitados da região.

Ao Mais Goiás, a proprietária da fazenda cujo território pode conter o aterro, Danielle Padra, disse que o projeto da obra fica entre condomínios habitados e em cima de nascentes e solo produtivo. “Nós não fomos informados de nada e isso vai causar um impacto regional imenso. Para nossa região, para o nosso município, isso é inviável”, afirmou.

O geólogo e fazendeiro Jales Lousa, dono de uma propriedade em Santo Antônio, também é contrário ao projeto e considera que, apesar da questão logística, um aterro naquela região traria consequências negativas para o local. “Do ponto de vista do valor de terra, impacto visual, degradação do meio ambiente também tem seu peso”, pontua.

Procurada pelo Mais Goiás, a Prefeitura de Nova Veneza afirmou que não há nenhuma definição sobre a construção de um aterro sanitário na região, e que a questão ainda será discutida. O órgão esclareceu também que o projeto não é iniciativa do Executivo municipal, mas sim de um consórcio entre vários municípios da região – o qual Nova Veneza integra.