Carnaval/Rio

“Imperatriz retratou com beleza e precisão a carreira de Zezé e Luciano e as tradições culturais goianas”, diz Marconi sobre desfile

Governador e primeira-dama assistem desfile a convite da escola e da dupla sertaneja




O governador Marconi Perillo assistiu ao desfile da Imperatriz Leopoldinense, na madrugada de segunda para esta terça-feira (9/2) como convidado especial da escola de samba e da dupla sertaneja goiana Zezé di Camargo e Luciano. Acompanhado da primeira-dama, Valéria Perillo, Marconi chegou à Sapucaí à meia-noite. Foi recebido no camarote É o amor!, por Zezé e Luciano e familiares dos cantores e outros artistas, como Xororó. Ao final, Marconi afirmou que o desfile “foi belíssimo e retratou, com criatividade e precisão, a evolução da carreira da dupla e as tradições culturais goianas”.

O governador disse que a decisão da Imperatriz de levar Goiás para a avenida “representa o reconhecimento da importância da cultura de Goiás no cenário brasileiro e do desenvolvimento humano e econômico do Estado nos últimos anos”. Zezé e Luciano agradeceram de forma carinhosa ao governador e à primeira-dama pela presença no desfile. Por onde passou no Sambódromo, Marconi foi cumprimentado e posou para muitas fotos e selfies. O governador assistiu com entusiasmo ao desfile da escola, que fez uma homenagem à dupla goiana, à música sertaneja, a Pirenópolis e a Goiás.

Com o tema É o amor… Que mexe com minha cabeça e me deixa assim… Do sonho de um caipira nascem os filhos do Brasil, a Imperatriz Leopoldinense ganhou a atenção dos espectadores ao integrar a sanfona à execução do samba-enredo. Além dos versos da composição que projetou a dupla, a Imperatriz usou trechos de Romaria, de Renato Teixeira, para exaltar o brasileiro caipira.

“A apresentação da escola foi muito bonita. Levantou a Sapucaí”, disse Marconi. O governador avaliou que o roteiro do desfile e do samba-enredo foram muito bem desenvolvidos, comprovando o rigor da pesquisa feita pela Imperatriz. “Goiás foi retratado com cores e alegrias muito bem construídas pela escola, assim como a vida e a obra de Zezé e Luciano, mostrando o início difícil da carreira deles e a consagração e o sucesso dos dias atuais”, afirmou Marconi.

A carreira da dupla, a música sertaneja, o brasileiro caipira e as tradições culturais goianas foram retratados pela Imperatriz sob os temas Sonho Caipira (1.º setor), Terra – Semeando Sonhos (2.º setor), Música – Mãe Sertaneja (3.º) Fé e Folclore – Pirenópolis (4.º), Filhos de Francisco e Helena (5.º) e Os Filhos do Brasil (6.º setor), cada um com versos do samba-enredo executados com acordes de sanfona.

Cavalhadas foram momento mais marcante, diz governador
Segundo o governador, o momento mais marcante para ele no desfile foi a homenagem às Cavalhadas de Pirenópolis, com ala dedicada à tradição goiana. “Gostei muito do desfile da Imperatriz, feito com garra, amor e samba no pé pelos integrantes da escola. Zezé e Luciano mereciam esta homenagem, que mesclou samba, música sertaneja, sanfona e uma bateria nota dez”, afirmou.

O mais importante para o governador foi a projeção de Goiás e da cultura goiana no principal palco da maior festa popular do Brasil, quem sabe do planeta. “Dá orgulho ver nosso Estado em destaque, sendo mostrado ao País e resto do mundo como um berço cultural e um território de muita prosperidade. O povo goiano ganha muito com isso”, disse Marconi. “Um espaço espetacular para a projeção de Goiás sem que o Governo do Estado tenha gasto um centavo”, afirmou.

“A escola está de parabéns pelo desfile competente, bacana e muito certinho. Foi uma homenagem ao trabalhador que luta no campo, à força da agricultura do Brasil Central e de Goiás, as riquezas do campo, ao trabalhador que labuta do campo”, comentou. “A ala da soja, por exemplo, foi muito bem bolada, com fantasias maravilhosas e muito lindas. Tivemos também a ala da romaria, com os integrantes com igrejas na cabeça e velas nas mãos. Emocionante ver esta tradição religiosa forte do povo goiano, a devoção ao divino espírito santo brilhar na avenida”, relatou o governador.

Marconi também destacou a beleza do carro alegórico que reproduziu a casa dos pais de Zezé e Luciano, com a presença do pai dos cantores, Francisco, e dos atores que interpretaram a família e a dupla no longa metragem “Os filhos de Francisco”. O carro trouxe os atores Ângelo Antônio e Dira Pais, que interpretaram Francisco e Helena Camargo, e Márcio Kieling e Thiago Mendonça nos papeis de, respectivamente, Zezé e Luciano. Depois do desfile, os atores falaram da emoção de reviver os personagens do filme, que arrebatou a plateia em todo o País.

O governador também comentou o uso da coroa de milho, símbolo da Imperatriz e retratado como uma das riquezas agrícolas de Goiás na avenida. “Foi uma sacada muito inteligente”, disse. “Sem dúvida, sem qualquer bairrismo por retratar Goiás e nossas tradições, a competência e a beleza do desfile da Imperatriz vai resultar numa apuração emocionante, com a escola disputando o título”, avalia Marconi. “A Imperatriz merece sem dúvida nenhuma o título, que assistiu tem dito isso. Merece pela alegria, pela beleza e pela criatividade que levou para a avenida”, afirmou.

“A linda homenagem que Imperatriz prestou a Zezé di Camargo e Luciano e a Goiás revela o reconhecimento e a relevância nacionais que nosso Estado adquiriu nos últimos anos. Mostra que Goiás é respeitado e celebrado por seus avanços não apenas na cultura, mas também no desenvolvimento econômico e humano”, avaliou o governador. “Somos hoje um Estado pujante, forte economicamente e mais justo e evoluído socialmente, com programas e ações de governo que são referência e modelo para todo o País. Como goianos, temos de nos orgulhar disso. Todos nós estamos felizes e gratos com esse reconhecimento”, disse.

Como fã de Maria Bethânia, o governador também assistiu, em seguida, ao desfile da Mangueira, que neste ano homenageou a cantora baiana. A carreira da cantora foi representada no samba-enredo “Maria Bethânia: a Menina dos Olhos de Oyá”. “É um orgulho para nós, goianos, ver a história de Zezé di Camargo e Luciano e as tradições culturais de Goiás apresentados na avenida lado a lado à produção de uma artista como Maria Bethânia. Isso revela ainda mais a importância da cultura de Goiás no cenário brasileiro”, avaliou.