Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás

Imagens mostram momento em que carro é atingido por caminhão na Perimetral Norte

Jovens estavam voltando de uma festa quando motorista, que estava alcoolizado, realizou conversão proibida. Uma passageira morreu

Com o impacto, o carro ficou completamento destruído e jovem presa às ferragens (Foto: Divulgação/Dict)

Imagens de câmeras de segurança de um posto de combustíveis mostram o momento em que um carro foi atingido por um caminhão no cruzamento da Perimetral Norte, com a Avenida Pedro Paulo de Souza, no Setor Goiânia 2,  em Goiânia. O acidente ocorreu na manhã de domingo (8) e matou uma jovem de 24 anos.

O vídeo mostra que o motorista, que dirigia um VW Up, fez uma conversão à esquerda, no sentido Jardim Guanabara / Shopping Passeio das Águas. No momento em que entrava na pista, um caminhão, que seguia em sentido contrário, atingiu em cheio o carro. No veículo estavam o motorista, de 29 anos, e duas passageiras, de 23 e 24 anos.

O condutor ficou com ferimentos leves e foi preso. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde a embriaguez foi constatada. No momento do acidente, eles saíam de uma festa. A jovem, de 24 anos, morreu e a outra passageira, de 23 anos, ficou ferida e foi encaminhada para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

O motorista do caminhão, de 44 anos, ficou no local para prestar socorro. Ele também passou pelo teste do bafômetro, que deu negativo. O impacto foi tão forte que destruiu o carro de passeio. Os bombeiros foram ao local para libertar as vítimas que estavam presas às ferragens.

Perícia

A delegada Maíra Bicalho, da Delegacia Especializada em Crimes de Trânsito (Dict), de Goiânia, afirma que somente com as imagens das câmeras não dá para deduzir quem desrespeitou a sinalização. Ela afirma que solicita junto à Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) o registro do semáforo. “As imagens vão ajudar na identificação do culpado, mas é preciso um conjunto de provas. A perícia no local vai ajudar a identificar o que aconteceu ali”, informa. 

Veja os vídeos: