Idosa é encontrada amarrada, encapuzada e morta em casa de Bonfinópolis

Carro, celular e TV foram levados. Indícios apontam para caso de latrocínio

Uma idosa, de 70 anos, foi encontrada morta na casa onde morava, no Setor Ana Amélia, em Bonfinópolis, no fim da noite desta sexta-feira (18). Engenheira eletricista aposentada, Maria Terezinha Cintra, estava amarrada e encapuzada quando uma vizinha e um policial militar constataram o crime. Carro, aparelho celular e uma TV foram roubados, segundo familiares. A Polícia Civil de Senador Canedo deve assumir a apuração do possível latrocínio.

Uma amiga da vítima, que era mais conhecida como Tereza na cidade, foi quem recebeu o primeiro indício de que algo havia acontecido com Maria. Em uma ligação, ela revelou a um filho da mulher que o carro da mãe dele tinha sido encontrado sem rodas em Senador Canedo. Com isso, a amiga, cujo nome não foi revelado, acionou um policial militar e ambos foram juntos à residência da aposentada.

O portão estava entreaberto, mas a porta da casa estava trancada. Pela janela, o policial avistou o pé da idosa, que estava caída ao chão. Ele então, de acordo com o 1° sargento Narciso Dionísio, do destacamento de Bonfinópolis, forçou a entrada e viu que a mulher pairava sobre uma poça de sangue, já em óbito.

“A área foi isolada e a Polícia Civil e a Técnico-Científica foram acionadas. O crime vai ser investigado pela delegacia de Senador Canedo, uma vez que o carro, todo depenado, foi encontrado lá”, afirma Dionísio.