Do Mais Goiás

Homens mortos na Vila Mauá não tinham envolvimento com drogas, diz família

Caso aconteceu no último sábado (11) e deixou três vítimas, uma delas teria envolvimento com tráfico

As famílias de dois homens mortos na Vila Mauá, no último sábado (11), afirmaram que as vítimas não tinham envolvimento com o tráfico de drogas. Segundo informações preliminares, o crime teria sido um acerto de contas, mas apenas uma pessoa baleada seria o alvo.

Rony Alves dos Santos, irmão de um homem de 30 anos que morreu na ocasião, informou a vítima e um outro rapaz estavam trabalhando na região quando foram alvejados por balas perdidas. O disparos deveriam acertar um terceiro homem que teria dívidas com o tráfico de drogas.

Rony informou que todas as informações foram passadas por testemunhas, pois ainda não forma informados pela Polícia Civil acerca da investigação. Além disso, o rapaz afirmou que seu irmão não conhecia o alvo dos disparos.

O irmão de Rony e um outro rapaz, de 20 anos, trabalhavam descarregando caminhões quando foram atingidos. O alvo dos disparos foi socorrido e levado para o hospital em estado grave; sua identidade não foi divulgada.

O delegado responsável pelo caso, Danilo Proto, informou que ainda não teve acesso às informações acerca do ocorrido e que as investigações ainda não foram iniciadas. O Mais Goiás tentou entrar em contato com a família da outra vítima mas não obteve resposta.

Violência sem fim: um jovem foi morto a tiros na Rua Hermogenes Marques, Vila Mauá. O crime aconteceu no meio da rua no final da manhã desse sábado. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que a vítima corre e é baleada. Ainda não há informações sobre a motivação do crime. Aguarde, essa notícia ainda está sendo atualizada.

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em