Homenagens

Homenagens a Michael Jackson são canceladas após acusações de abuso sexual

Nos dez anos da morte do cantor, projetos e especiais de TV foram suspensos após lançamento do documentário 'Deixando Neverland'


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 08/06/2019 às 14:30:56

Imagens do documentário 'Deixando Neverland', de Dan Reed (Foto: Divulgação)
Imagens do documentário 'Deixando Neverland', de Dan Reed (Foto: Divulgação)

Os dez anos da morte de Michael Jackson, em 25 de junho, serviriam de gancho para diversas homenagens na televisão. Ou pelo menos era esse o plano. Projetos de produtores e canais dos EUA foram por água abaixo desde que a imagem do rei do pop foi arruinada pelo documentário “Deixando Neverland”, que trouxe depoimentos de dois homens que teriam sido abusados sexualmente pelo cantor.

Profissionais estão revelando como o trabalho acumulado ao longo de um ano foi subitamente jogado no lixo.

Entre os projetos previstos estavam duas séries — uma documental e outra de ficção — adaptadas do livro “Intocável: a estranha vida e a trágica morte de Michael Jackson”, do jornalista americano Randall Sullivan. A obra, publicada em 2012, reconta os últimos anos do cantor.As atrações trariam materiais e depoimentos inéditos sobre a vida do artista, segundo a produtora Big Fish, que iniciou a tarefa de pesquisa há mais de um ano. Só que, em janeiro, o documentário “Deixando Neverland”, de Dan Reed, foi exibido no Festival de Sundance, mudando para sempre a percepção que tínhamos do astro.

No filme, Wade Robson e James Safechuck contam, com detalhes explícitos, como teriam sido estuprados por Michael Jackson quando eram crianças. O impacto do documentário foi imediato, conforme revela uma entrevista de Dan Cesareo, presidente da Big Fish, à revista “Variety”. Segundo ele, o canal que exibiria a série documental pulou fora rapidamente (ele não revelou o nome da rede).

“A sensação era que o projeto havia se tornado essencialmente tóxico. Ninguém queria encostar nele”, lembra o produtor. O mesmo aconteceu com a série de ficção. “Quando ‘Deixando Neverland’ foi exibido em Sundance, as pessoas sequer retornavam nossas ligações”, completa Cesareo.