Tentativa de Feminicídio

Homem que agrediu esposa com barra de ferro apanha no presídio e segue preso

Juíza entendeu que houve circunstâncias que contribuíram para a materialidade do delito. Mulher foi agredida durante três horas e sofreu várias lesões pelo corpo


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 28/08/2019 às 19:05:24

Michel Douglas Costa é suspeito de tentativa de feminicídio. (Foto: Divulgação/PC)
Michel Douglas Costa é suspeito de tentativa de feminicídio. (Foto: Divulgação/PC)

Michael Douglas da Costa Silva, de 27 anos, teve a prisão em flagrante revertida para preventiva após passar por audiência de custódia, na tarde desta quarta-feira (28), em Trindade. Ele foi preso por tentativa de feminicídio após agredir a esposa com uma barra de ferro durante três horas depois de suspeitar de uma traição. Na sentença, consta que o homem foi agredido no presídio por outros colegas de cela.

Em juízo, Michael confirmou que praticou as agressões contra a mulher. Com isso, a juíza Luciana Nascimento Silva Gomes entendeu que houve circunstância que contribuíram para a materialidade do delito. “Deste modo, é evidente que o autuado desafia a paz social e certamente acredita na impunidade e desacredita na repressão criminal, evidenciando que em liberdade ele encontrará estímulo para, em tese, continuar na seara criminosa, já que demonstra completo desprezo pelo ordenamento jurídico, restando configurada, assim, a necessidade de manter a sua constrição cautelar para garantia da ordem pública e a aplicação da lei penal”, diz a sentença.

Ele segue detido no presídio da cidade e será colocado em uma cela isolada dos demais detentos. Isso, segundo a juíza, será para manter a integridade física e preservar a vida do suspeito. Diante da violência que o suspeito sofreu, a magistrada também solicitou que ele passe por novo exame clínico para confirmar as agressões.

Relembre

Michael foi preso na madrugada do último domingo (25) suspeito de agredir a esposa com uma barra de ferro. Segunda a delegada Renata Vieira, Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Trindade, o homem confessou o crime em depoimento e alegou que estava bêbado no momento das agressões. 

Ainda de acordo com a titular, a vítima contou ao marido que a amiga estaria traindo o esposa. No dia anterior, Michael viu a esposa chegar com outra moto e a mesma teria alegado que trocou com a amiga para que a mesma fosse encontrar o amante.

No mesmo dia, Michael teria ingerido bebida alcoólica em uma festa e decidiu ligar para a amiga. Esta, por sua vez, desmentiu a versão da vítima. Neste contexto, ainda segundo a delegada, o homem desconfiou que ele é quem estava sendo traído.

Em casa, o homem agrediu a mulher com uma barra de ferro. Os golpes teriam durado cerca de três horas e a mulher teve a perna, clavícula e os cotovelos quebrados. A vítima também teve um pulmão perfurado nas agressões.

“Após agredi-la, o homem foi atrás da mãe e a deixou com a vítima no Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin)” acrescenta a delegada. Com a gravidade, a mulher foi transferida para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), em Goiânia, onde passou por cirurgia e permanece internada.

Apesar de tudo, de acordo com a delegada, a mulher ainda insistiu que o marido não fosse preso.