Do Mais Goiás

Homem fica pendurado em cabine e tem moto arrastada por caminhão na BR-101, em SC

Imagens mostram caminhão arrastando moto

O acidente ocorreu no quilômetro 106 da BR-101, no município de Penha (SC), no sentido sul.

Duas pessoas ficaram feridas após um acidente envolvendo uma moto e um caminhão na BR-101, no município de Penha, em Santa Catarina, na tarde deste sábado (6). O condutor da motocicleta ficou pendurado na cabine de um caminhão por 32 quilômetros após acidente entre a moto e o veículo de carga. Uma segunda pessoa, que também estava na moto, foi levada para o hospital em estado grave.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), no momento da colisão, por volta das 16h, a primeira vítima caiu e foi atendida, inicialmente, por uma equipe da Auto Pista Litoral Sul, concessionária responsável por administrar a rodovia. Em seguida, a equipe aérea do, precisou levar a vítima em estado grave para o hospital Marieta Konder, em Itajaí, por conta de traumatismo cranioencefálico, causado pelas lesões no momento do acidente.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem de 49 anos relatou aos agentes que subiu na cabine da carreta e ficou pendurado na porta, tentando fazer o motorista parar, mas sem sucesso. Ocupantes de outros veículos que trafegavam pela rodovia registraram as cenas, que circulam pelas redes sociais.

Segundo a PRF, foi solicitado apoio da Polícia Militar de Santa Catarina de Itapema para tentar abordar o caminhão quando estivesse passando pelo Morro do Boi, na altura do quilômetro 139. Foi neste momento que outro caminhoneiro conseguiu fazer o veículo reduzir a velocidade e a mangueira de ar dos freios foi puxada por pessoas que estavam próximo. Somente assim o veículo parou totalmente.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias)


No momento da abordagem, alguns usuários da via teriam agredido o motorista do caminhão. Conforme a PRF, o caminhoneiro, de 36 anos, fez o teste com bafômetro e o resultado foi negativo para o uso de álcool. No entanto, segundo a PRF, ele exibia visíveis alterações da capacidade psicomotora causado por alguma substância entorpecente.

De acordo com a PRF, o homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Balneário Camboriú, onde vai responder pelos crimes de fugir do local do acidente sem prestar socorros às vítimas e de dirigir com a capacidade psicomotora alterada. (Com informações da NSC Total)