Sex tape

Homem é preso suspeito de ameaçar ex-namorada com divulgação de vídeo íntimo do casal, em Goiânia

Segundo a Polícia Civil, o namoro durou um mês e meio e as ameaçaram começaram após o homem não aceitar o término do relacionamento


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 05/04/2019 às 12:51:35

(Foto: reprodução/PC)
(Foto: reprodução/PC)

A Polícia Civil (PC) prendeu um homem que não teria aceitado o fim do relacionamento e ameaçado a ex-namorada com a divulgação de um vídeo íntimo do casal. A prisão aconteceu no início da tarde desta sexta-feira quando o homem chegava em sua casa localizada no Setor Morais, em Goiânia.

Segundo informações da Polícia Civil, Hebert Lobo Gonzaga de Castro, de 34 anos, não teria aceitado o fim do relacionamento com a vítima e começou ameaçá-la com a divulgação do vídeo. O namoro entre os dois durou cerca de um mês e meio.

De acordo com relatos da vítima à Polícia Civil, o vídeo teria sido gravado durante uma viagem do casal à cidade de Caldas Novas. E segundo ela, a gravação ocorreu após o casal ter ingerido bebida alcoólica. Pouco tempo depois, o casal terminou o relacionamento.

E após o término do namoro, o ex-namorado começou a enviar várias mensagens por um aplicativo e fazer ligações telefônicas para a vítima. Em algumas mensagem de áudio e texto, o rapaz fez ameaças dizendo que divulgaria o vídeo do casal para algumas pessoas.

Para amedrontar a mulher, Hebert enviou o vídeo para ela junto com prints das imagens contidas no mesmo. O que causou desespero na mulher.

Orientada por sua advogada, a vítima procurou a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) Goiânia para denunciar o rapaz. Inicialmente foi solicitada uma medida protetiva de urgência para a vítima, mesmo assim ele continuou enviando mensagens e ameaças para ela. O descumprimento de uma medida protetiva expedida por um Juiz de direito é considerado crime.

Após o descumprimento da medida protetiva e o envio do vídeo íntimo do casal para a ex-namorada, a delegada Paula Meoti, titular da DEAM, solicitou a prisão do rapaz. O pedido de prisão preventiva, busca e apreensão de equipamentos eletrônicos e aparelho de celular foi decretado no início da noite de quarta-feira (3) pelo Juiz Adegmar José Ferreira, do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar.

Hebert Lobo Gonzaga foi preso na tarde de quinta-feira (4) por agentes da Polícia Civil ao chegar em sua residência localizada no Setor Morais, em Goiânia. Após a prisão, ele foi levado ao IML e depois encaminhado para a DEAM – onde prestou depoimento na manhã desta sexta-feira (5).

Contra o homem há outro pedido de medida provisória de urgência solicitada por uma outra ex-namorada. O caso aconteceu no ano de 2015.

O Mais Goiás não conseguiu contato com a defesa do rapaz.