CÁRCERE PRIVADO

Homem é preso suspeito de agredir mulher grávida durante 4h, em Posse

As agressões só foram cessadas quando a vítima concordou em se reconciliar com o suspeito


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 13/10/2020 às 22:25:12

Um homem foi preso, na manhã desta terça-feira (13), suspeito de agredir a ex-companheira grávida por cerca de 4h e manter a vítima em cárcere privado, em Posse. (Foto: divulgação/PC)
Um homem foi preso, na manhã desta terça-feira (13), suspeito de agredir a ex-companheira grávida por cerca de 4h e manter a vítima em cárcere privado, em Posse. (Foto: divulgação/PC)

Um homem foi preso, na manhã desta terça-feira (13), suspeito de agredir a ex-companheira grávida por cerca de 4h e manter a vítima em cárcere privado, em Posse. A mulher, que está no 7º mês de gestação, já teria perdido um filho em 2019 por conta de violência sofrida pelo então companheiro.

De acordo com informações da Polícia Civil (PC), as agressões tiveram início no último dia 6 de outubro, quando o suposto autor levou a vítima contra a vontade dela para um local ermo. Lá, a mulher foi agredida por cerca de 4 horas. Conforme a corporação, as agressões só foram cessadas quando a vítima concordou em se reconciliar com o suspeito.

No dia seguinte, o homem teria trancado a vítima em casa e saiu para trabalhar. A mulher, então, aproveitou a ausência do agressor e fugiu por uma janela se escondendo na casa de parentes.

Com medo do agressor, a vítima só procurou a Polícia Civil dois dias após os fatos, oportunidade na qual foram solicitadas medidas protetivas. A corporação também representou pela decretação da prisão preventiva do investigado, medida deferida que culminou na prisão dele hoje. O suspeito agora está à disposição do Poder Judiciário.

A vítima está grávida de sete meses e, segundo ela, já teria perdido um filho no ano de 2019 em virtude das agressões sofridas.