Cidades

Homem é preso preventivamente sob suspeita de ter matado enteada

O crime ocorreu em 2017, quando a vítima tinha 21 anos. Informação é de que o padrasto deixaria a menina em um ponto de ônibus, mas ela nunca mais foi vista


Larissa Lopes

Do Mais Goiás | Em: 24/06/2019 às 18:40:23


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Foi cumprido mandado de prisão provisória na última quinta-feira (20) de Valdezar Cordeiro de Matos, de 69 anos. Ele é suspeito de ter matado e ocultado cadáver da enteada Thayná Ferreira Alves, em 2017, em Valparaíso, entorno de Brasília. À época a vítima tinha 21 anos de idade.

De acordo com a Polícia Civil (PC), o padrasto havia saído com a jovem para deixá-la em um ponto de ônibus, no dia 16 de fevereiro daquele ano. Entretanto, ela nunca mais foi vista.

“Valdezar foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio qualificado e ocultação de cadáver”, informou a PC. O Ministério Público também ofereceu denúncia pelos mesmos crimes.

O caso está sob sigilo judicial. Sendo assim, o delegado responsável pela investigação, Rafael Abrão, do Grupo de Investigação de Homicídio (GIH) da cidade, afirmou que não vai fornecer mais informações a respeito.