Cirurgia e prisão

Homem é preso no hospital após ser baleado quando tentava assaltar distribuidora

Guilherme Vinícius Alves foi filmado ao invadir, em junho passado, junto com um comparsa, a casa de um ourives no Parque Amazônia; eles faturaram R$ 50 mil com o furto


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 07/08/2019 às 16:57:28


Guilherme Vinícius Monteiro Alves, de 21 anos, foi preso em uma enfermaria do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Internado depois de ser baleado durante uma tentativa de roubo a uma distribuidora de bebidas, ele foi reconhecido por outro assalto,  em junho passado, em uma residência no Setor Parque Amazônia, em Goiânia.

O rapaz buscou atendimento no Hugo no final de junho após ser baleado. Ele precisou passar por uma cirurgia e alegou que havia sido vítima de tentativa de assalto. Mas, na verdade, ele foi ferido quando ele mesmo tentava assaltar, pela segunda vez somente este ano, uma distribuidora de bebidas que fica no Jardim Luz, em Goiânia.

A prisão foi feita por agentes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). Eles já já tinham em mãos imagens que mostram Guilherme e um comparsa invadindo a casa de um ourives na manhã do último dia 24 de junho.

Na delegacia, ele confessou que participou do roubo, que rendeu R$ 4 mil em dinheiro à dupla. Mas alegou que o crime foi planejado pelo outro comparsa, que diz não saber o nome. A delegada Mayana Rezende, titular da Deic, ainda disse que Guilherme e o outro homem roubaram somente o dinheiro e não ficaram mais tempo dentro da residência do ourives. Isso porque perceberam que estavam sendo filmados.

“Trata-se de um criminoso de alta periculosidade, com várias passagens por assaltos em comércios e residências, e que, inclusive, já havia roubado, em abril passado, R$ 50 mil desta mesma distribuidora que ele tentou assaltar novamente no último dia 24 de julho. Nós agora estamos trabalhando para identificar e prender o comparsa dele, que com certeza também deve ter outras passagens criminais”, relatou a delegada.