Saúde pública

Homem é preso com mais de 300 mil comprimidos ilegais para emagrecimento em Goiânia

Segundo a PM, a carga saiu de uma cidade do Sudoeste do Estado e seria entregue a farmácias e distribuidoras que vendiam esses medicamentos pela internet


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 23/05/2019 às 12:37:43

Medicamentos foram encaminhados para a Central de Flagrantes, junto com o suspeito (Foto: Divulgação/PM)
Medicamentos foram encaminhados para a Central de Flagrantes, junto com o suspeito (Foto: Divulgação/PM)

Um jovem de 23 anos foi preso com mais de 300 mil comprimidos ilegais para emagrecimento em Goiânia, na manhã desta quinta-feira (23). Segundo a Polícia Militar (PM), os medicamentos seriam distribuídos para farmácias e distribuidoras que vendiam esses produtos na internet. Segundo o Capitão Castanheiras, do Comando de Operações de Divisas (COD), a apreensão foi possível após a verificação de uma crescente exposição das mercadorias na web. Isso desencadeou o monitoramento das cargas por 30 dias e a consequente detenção do suspeito.

Marcos Vinícius Mesquita Roque foi preso enquanto transportava medicamentos para um depósito na Vila Adélia em uma caminhoneta. “A carga seria oriunda de uma cidade do Sudoeste do Estado e seria distribuída em Goiânia para comerciantes. Ele não possui passagens pela polícia. Vale ressaltar que medicamentos falsificados ou adulterados são produzidos em laboratórios clandestinos, sem o controle por parte das entidades reguladoras, não oferecendo qualquer garantia de qualidade ou segurança aos consumidores”, destaca o policial.

Além da carga, os policiais também apreenderam R$ 35 mil em espécie resultantes da comercialização das mercadorias.Marcos e os medicamentos foram encaminhados à Central de Flagrantes. Ele responderá por crimes contra a saúde pública e, se condenado, a pena pode variar de 10 a 15 anos de prisão.

Medicamentos ilegais para emagrecimento eram vendidos na internet (Foto: Divulgação/ PM)