Crime

Homem é preso após matar barbeiro por causa de ciúmes da mulher em Itumbiara

Yuri Santiago, 26 anos, foi morto enquanto trabalhava. O suspeito foi preso pela PM enquanto deixava o local do crime e confessou a autoria


Kayque Juliano
Do Mais Goiás | Em: 30/11/2018 às 15:14:11

O suspeito já foi preso por porte ilegal de arma de fogo. 
(Foto: Reprodução/ G1 Goiás)
O suspeito já foi preso por porte ilegal de arma de fogo. (Foto: Reprodução/ G1 Goiás)

O barbeiro Yuri Santiago Mazeto e Silva, 26 anos, foi morto a tiros enquanto trabalhava na noite desta quinta-feira (29) em Itumbiara, região sul de Goiás. De acordo com a Polícia Civil (PC), o suspeito de praticar o crime foi preso por uma equipe da Polícia Militar (PM) no momento em que saia da barbearia. Para os policiais, o suspeito, Leandro Aparecido Pereira Antônio, 26 anos, relatou que a vítima estaria se relacionando com a sua mulher.

Segundo a PM, Leandro chegou no estabelecimento na companhia de um primo, que ficou do lado de fora, aguardando em uma motocicleta. O suspeito entrou na barbearia e atirou seis vezes contra Yuri. Após cometer o crime, o rapaz saiu da barbearia, mas foi surpreendido por policiais que passavam pelo local e perceberam a movimentação.

Ao perceber a presença dos policiais, o suspeito chegou a dispensar o revólver calibre 38 e tentou fugir, mas foi interceptado. O primo dele fugiu após ver a aproximação da viatura. Durante a prisão, o suspeito confessou o crime e disse que a motivação seria um suposto relacionamento da mulher dele com o desafeto.

Segundo a PC, o suposto autor já havia sido preso anteriormente por porte ilegal de arma de fogo e liberado em audiência de custódia. Agora ele foi recolhido no presídio do município e pode responder por homicídio qualificado, cuja a pena pode chegar até 30 anos de prisão.