Cidades

Homem é morto depois de fazer vítima refém por cerca de seis horas, em Goiânia

PM chegou ao suspeito pelo rastreamento da tornozeleira eletrônica. Após tentativa de negociação, os militares aproveitaram momento de distração e efetuaram os disparos


Jessica Santos

Do Mais Goiás | Em: 14/03/2019 às 14:55:36


(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Após fazer um homem de refém durante seis horas, em Goiânia, André Luiz Pereira de Paula, morto no final da manhã desta quarta-feira (13). A Polícia Militar (PM) tentou negociar a liberação da vítima, sem êxito. Em um momento de distração, os policiais atiraram contra o suspeito. Atingido tórax, ele não resistiu e faleceu.

Segundo a PM, a vítima chegava em casa depois de deixar a esposa em um terminal de ônibus quando foi rendida por André, que procurava por dinheiro na residência e estava armado com um revólver calibre 22. Sem encontrar, ele obrigou o homem a colocar vários eletrodomésticos dentro do carro, que seria utilizado na fuga. A residência fica no setor Monte Pascoal, região Oeste da capital.

No momento do assalto, os militares haviam sido acionados para atenderem uma ocorrência de furto em uma ferragista no setor Vera Cruz. Lá, encontraram uma mochila com documentos pessoais de André. Ele já usava tornozeleira eletrônica pelo crime de homicídio. Ao rastrear o dispositivo, os policiais chegaram à casa e perceberam que André fazia outro homem de refém.