Violência

Homem é morto após atirar contra policiais na Vila Mauá

O homem estava na companhia de um comparsa que acabou preso pela polícia




A perseguição a dois suspeitos, que estavam em um veículo Fiat Linea, terminou em tiroteio e na morte de um deles no final da tarde desta terça-feira (18/10) na Vila Mauá, em Goiânia. Com a dupla, os PMs do Batalhão de Trânsito apreenderam duas pistolas, uma delas equipada com um kit rajada.

De acordo com a PM, os dois homens escaparam em alta velocidade de um bloqueio feito pela equipe “ponta de lança” do Batalhão de trânsito no Jardim Europa. Perseguidos até a Vila Mauá, os dois suspeitos tiveram o carro cercado na Rua dos Inconfidentes Mineiros, ocasião em que, segundo a PM, os dois desceram armados, e na ânsia de fugir dispararam uma rajada de tiros contra a equipe, que revidou.

No confronto, um dos suspeitos, que estava com uma pistola Glock calibre Nove milímetros com kit rajada, foi alvejado e morreu antes mesmo de ser atendido. O segundo ocupante do carro, que estava com uma pistola calibre 380, se entregou e acabou preso.

Dentro do veículo, os PMs encontraram um colete balísticoe e outros dois carregadores para a Glock, sendo um deles, semelhante ao que estava na pistola encontrada com o suspeito que morreu, com capacidade para 30 munições. A suspeita é que o veículo usado por eles seja clonado.

“Pelos levantamentos que fizemos no local o número do chassi não bate com o do motor, sem falar que ele parece ter sido remarcado, mas isso agora será investigado pela Polícia Civil”, relatou o tenente Paulo Chagas do Batalhão de Trânsito.

Como não portavam qualquer tipo de documentação, nenhum dos dois suspeitos ainda foi identificado. “O que está sendo autuado na Central de Flagrantes falou um nome para a equipe, mas pelos levantamentos iniciais temos certeza que é falso, então vamos ter que esperar o Instituto de Criminalística identificar ele e o que faleceu no confronto”, concluiu o oficial PM.