Do Mais Goiás

Homem é devorado por dois leões na África do Sul

Malibongwe Mfila desceu de carro em reserva e foi atacado. Os animais foram sacrificados

leão Homem é devorado por dois leões na África do Sul
(Foto: Reprodução The Mirror)

A polícia e as autoridades de um parque nacional da África do Sul informaram que um homem foi devorado por dois jovens leões machos no último sábado (6). O rastreador Malibongwe Mfila, de 27 anos, realizava um reconhecimento de área em uma reserva de vida selvagem.

O homem tentava localizar animais, como leões e elefantes, para passar informações aos guias para seus próximos safaris na reserva montanhosa, localizada na província de Limpopo, nordeste do país.

Malibongwe Mfila teria parado e saído de seu veículo por motivos desconhecidos, continuado a busca a pé. Em um comunicado, o oficial Motlafela Mojapelo disse que o rastreador “foi atacado repentinamente por dois leões”.

“Outra pessoa que dirigia pelo parque se deparou com os leões devorando o corpo e alertou o administrador do local”, acrescentou.

A autoridade de parques, SANParks, confirmou que os animais foram abatidos para que assim pudesse ser realizada a autópsia. O SANParks publicou que este incidente “comoveu” toda a equipe e outros funcionários do parque.

Homem é devorado por dois leões na África do Sul

(Foto: Reprodução The Mirror)

Leão chamado Simba nasce de inseminação artificial após o pai Mufasa morrer

Mais leões: Em janeiro deste ano o zoológico de Singapura ‘Wildlife Reserves‘ deu boas-vindas a Simba, o primeiro filhote de leão nascido por meio de inseminação artificial no local. O animalzinho que teve o nome inspirado pelo personagem de ‘O Rei Leão‘, não conseguiu conhecer o pai, chamado Mufasa, que morreu.

Simba é filho único de Mufasa. Segundo a emissora BBC, a agressividade do felino o impediu de procriar, levando o zoológico a usar o método para continuar a linhagem do animal.

Segundo um porta-voz do zoológico, o sêmen de Mufasa foi coletado pelo que o local descreveu como “eletroejaculação”. Depois disso, o leão teve que ser sacrificado “por motivos humanos” – além da idade avançada ele sofria de atrofia. Leia na íntegra!