Sul de Goiás

Homem é condenado por matar colega a golpes de facão em fazenda em Palestina de Goiás

Segundo denúncia do MP, o homem deferiu diversos golpes de facão na cabeça e no pescoço da vítima. O réu tentou recorrer a decisão, mas foi negado


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 09/10/2017 às 11:58:02

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Um homem foi condenado a 14 anos e três meses de prisão por matar um colega de trabalho. Marcos Costa Santos teria assassinado Antônio Carlos Lemes Alves a facadas em uma fazenda no município de Palestina de Goiás.

A condenação foi decidida de forma unânime pela 2ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. O relator do caso foi o juiz substituto em 2° Grau Fábio Cristóvão de Campos Faria.

Segundo denúncia do Ministério Público (MPGO), o crime aconteceu no dia 13 de maio de 2013. O réu deferiu vários golpes de facão no pescoço e na cabeça da vítima. Os dois, além de trabalharem, moravam na fazenda.

Segundo consta na denúncia, dois peões, que também moravam no local, foram pescar no Rio Bonito e, quando retornaram, os peões encontraram Antônio morto e Marcos preparava uma mala para fugir. O crime aconteceu após ingestão de bebidas alcoólicas.

O Conselho de Sentença acolheu todas as teses de acusação, durante a sessão do júri, e foi reconhecido o crime como homicídio qualificado por motivação fútil, emprego meio cruel e sem possibilidade de defesa da vítima. “Em respeito à soberania mitigada dos pronunciamentos leigos, deve ser confirmado o veredicto condenatório do Tribunal do Júri, que acolheu uma das versões do fato criminoso com amparo na prova produzida nos autos,” afirmou Fábio Cristóvão.