Latrocínio

Homem é assassinado ao defender motociclista de assalto em Goiânia

Fábio Luiz Soares da Silva, de 35 anos, voltava para casa quando se deparou com o assalto. Ao defender o rapaz, acabou levando oito facadas


Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 16/10/2017 às 16:17:10

 Fábio Luiz morava em Goiânia há 4 anos e iria começar um novo emprego nesta terça-feira. (Foto: Arquivo pessoal)
Fábio Luiz morava em Goiânia há 4 anos e iria começar um novo emprego nesta terça-feira. (Foto: Arquivo pessoal)

A Polícia Civil investiga o assassinato de um homem que foi defender outro de um assalto na noite da última sexta-feira (13), no Jardim Santo Antônio, na região Sul de Goiânia. Fábio Luiz Soares da Silva, de 35 anos, voltava para casa quando se deparou com um motociclista sendo assaltado e agredido por três indivíduos. Ao defender o rapaz, acabou levando oito facadas e morreu a caminho do hospital.

Segundo um amigo da vítima, Salvador Dos Reis Guimarães, o crime aconteceu nas imediações do Jardim Botânico. “Ele viu os bandidos indo para cima do motociclista e ele tentou ajudar. Eles entraram em luta corporal, mas o motociclista caiu, deslocou o ombro e conseguiu fugir correndo”, relatou.

Ainda no Jardim Santo Antônio, o motociclista encontrou com um casal que havia sido assaltado pelo mesmo trio minutos antes, e voltou com eles ao local do crime. Lá encontraram Fábio ferido. “Os bandidos fugiram do local e ainda levaram o celular e os R$ 30 que ele tinha na carteira”, diz o amigo, indignado.

Fábio foi socorrido ainda com vida, mas morreu a caminho do hospital. Como ele é natural do Acre, familiares e amigos organizaram uma campanha para levantar recursos – cerca de R$ 5 mil – para o traslado do corpo para Rio Branco,a capital acreana. Ontem, a família conseguiu finalizar a arrecadação e só hoje no início da tarde o corpo do jovem foi embarcado.

Sonhos interrompidos

Fábio morava em Goiânia há 4 anos. Ele veio para a capital goiana em busca de emprego e novas oportunidades. Aqui, iniciou a faculdade de Administração e iria começar um novo emprego nesta terça-feira (17). O amigo conta que ele vivia uma boa fase e estava muito feliz. “Ele estava muito bem, muito feliz. Tinha emprego novo e ele também tinha acabado de ganhar um cachorro. Foi um momento de muita felicidade”, relata Salvador.

O amigo conta ainda que Fábio deixou muitos amigos e sonhos não realizados. Ele inclusive aguardava a visita da mãe, que chegaria hoje a Goiânia. “Ela estava com vôo agendado, ela nunca tinha vindo para cá. Ele esperava muito essa visita”, lamenta.

Investigação

O caso está sendo investigado pelo delegado Francisco Lipari, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). Segundo ele, equipes estão em diligências para encontrar imagens de câmeras de seguraça no local do crime que possam identificar os suspeitos. Ele disse ainda que não pode fornecer mais detalhes para não atrapalhar o andamento das investigações.