‘Homem-Aranha’ que escalou viaduto para pedir emprego é indiciado por furto em Caldas

Suspeito negou a autoria dos crimes

'Homem-Aranha' que escalou viaduto para pedir emprego é indiciado por furto em Caldas (Foto: Divulgação)
'Homem-Aranha' que escalou viaduto para pedir emprego é indiciado por furto em Caldas (Foto: Divulgação)

O jovem de 23 anos que escalou um viaduto vestido de “Homem-Aranha” para pedir emprego em Anápolis foi indiciado por furto nesta quinta-feira (26), em Caldas Novas, no Sul goiano, por furto qualificado. As informações da Polícia Civil dão conta que ele furtou todos os móveis da residência de um casal, que se comoveu com sua história e decidiu ajudá-lo. Apesar de ter sido indiciado nesta semana, o crime foi cometido antes dele viralizar na internet vestido de super-héroi.

À TV Anhanguera, o suspeito negou a autoria do crime. Porém, o delegado Rogério Moreira informou que o casal procurou a delegacia afirmando que havia sido vítima do jovem. Segundo os donos da casa, o indiciado furtou e vendeu todos os móveis do imóvel que as vítimas tinham doado para ele morar e procurar um emprego.

Entretanto, segundo as vítimas, ele vendeu os móveis e fugiu em seguida.

Vítimas reconheceram o indiciado depois dele viralizar vestido de ‘Homem-Aranha’

Rogério revelou que a denúncia foi registrada no último domingo (22), depois que as vítimas reconheceram o suspeito em um vídeo que viralizou na internet. As imagens mostram o rapaz vestido com a fantasia do Homem-Aranha no alto de um viaduto em Anápolis, a 59,3 de Goiânia.

Por meio das provas, o homem foi indiciado por furto qualificado pelo abuso de confiança. Se condenado, ele será penalizado com oito anos de reclusão. Vale lembrar que os móveis furtados foram recuperados pela polícia e devolvidos aos donos.

‘Homem-Aranha’ já tinha recebido propostas de emprego

O jovem ‘Homem-Aranha’ passou a receber diversas propostas de trabalho após ter escalado o monumento do viaduto Nelson Mandela, em Anápolis, nesta segunda-feira (23). Ele chegou a ser levado para a delegacia por causa do ato imprudente, mas já foi liberado.

Ao Mais Goiás, sua esposa contou que várias mensagens estão chegando sem parar no celular do casal depois do ato do marido ter virado notícia. Uma das propostas de emprego foi repassada pela reportagem do Mais Goiás, depois de noticiar a situação e receber mensagens de profissionais de Recursos Humanos interessados em recrutar o rapaz.

*Com informações do G1