Eleições

Gustavo Sebba quer ser prefeito de Catalão e acabar com brigas partidárias

“Fui procurado por muitas pessoas para fazer uma nova política”, destacou o deputado, que tem o apoio de Jânio Darrot


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 01/02/2020 às 10:56:56

Gustavo Sebba, Jânio Darrot, Marco Dahas e Chiquinho Oliveira (Foto: PSDB)
Gustavo Sebba, Jânio Darrot, Marco Dahas e Chiquinho Oliveira (Foto: PSDB)

Pré-candidato a prefeitura de Catalão, o deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB) disse que, se eleito, planeja realizar uma administração “sem picuinhas” para pôr fim às brigas partidárias que incomodam os munícipes há décadas. “Fui procurado por muitas pessoas para fazer uma nova política”, destacou.

Sebba esteve, nesta semana, com presidente do PSDB Goiás, Jânio Darrot, no Diretório estadual do partido, em Goiânia. Na ocasião, ele reforçou o desejo de sair candidato na cidade. O deputado adiantou, inclusive, que um grupo técnico já elabora um plano de governo. “Plano viável, pé no chão, mas embasado em princípios técnicos, com uma equipe boa, do ponto de vista técnico.”

Jânio, inclusive, manifestou apoio a pré-candidatura. “Estamos muito empolgados com esta candidatura”, afirmou.

Segundo Jânio, Gustavo “é um jovem médico, aguerrido, inteligente, deputado em segundo mandato, e, pelo que ouvi aqui, este desejo de ser prefeito é muito genuíno. Está na alma dele”, elogiou.

Sem Picuinhas

Gustavo Sebba diz que não vê problemas em pedir ao atual prefeito da cidade, Adib Elias, para ir com ele ao governador Ronaldo Caiado (DEM), a fim de adiantar o pagamento de emendas impositivas feitas pelo tucano. Sebba, vale destacar, é oposição ao democrata, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e as emendas têm até 31 de dezembro deste ano para pagamento.

“Se o prefeito topar, podemos adiantar este pagamento para fevereiro. Sem picuinhas, quem ganha é a população”, reforça.

Também participaram do encontro o novo o presidente do diretório municipal da legenda em Catalão, Marco Antônio Dahas, e o suplente de deputado estadual, Chiquinho Oliveira.