Laylla Alves
Do Mais Goiás

Guardas prendem suspeito de dopar e estuprar mulher em Goiânia

Investigado disse que houve relação com consentimento da mulher

Guardas prendem suspeito de dopar e estuprar mulher em Goiânia
Guardas prendem suspeito de dopar e estuprar mulher em Goiânia (Foto: Reprodução/ GCM)

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) prendeu, nesta segunda-feira (5), um homem de 24 anos suspeito de dopar e estuprar uma mulher, de 30, no setor Andreia Cristina, em Goiânia. O crime aconteceu no último domingo (4).

Segundo Vagner Rodrigues, comandante da Ronda Ostensiva Municipal de Goiânia (Romu), a vítima contou que o suspeito, que já a conhecia, a convidou para beber em uma distribuidora. No local, ele deu uma bebida para ela. A vítima diz não se lembrar do trajeto feito até a casa do investigado.

Ela conta que acordou e pediu para ir embora. Porém, o suposto autor não deixou, amordaçou-a e a estuprou. Após o crime, ele deixou que ela fosse embora, mas com a condição de não contar nada para ninguém. Caso contrário, segundo ele, mataria a família dela.

“Ela contou a situação para uma amiga, que aconselhou que ela fizesse a denúncia. Ela ouviu o conselho e veio até a nossa base”, disse Vagner ao Mais Goiás. 

Ainda de acordo com Vagner, os guardas foram até a casa indicada e o encontraram no local. Primeiramente, ele negou o ato, mas os agentes encontraram uma roupa íntima da mulher ainda no chão do banheiro. Depois, ele disse que houve relação com o consentimento da mulher. O exame de corpo e delito constatou que houve conjunção carnal entre eles.

Ele foi levado à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). Ele poderá responder por estupro, se condenado, poderá ter pena de reclusão de 8 a 15 anos. A reportagem entrou em contato com a Deam, que disse que exame toxicológico feito pela vítima ainda não estava pronto.

Outro caso

Também no domingo (4), uma adolescente de 17 foi estuprada. Porém, o caso referido aconteceu em Caldas Novas. Um soldado da Polícia Militar (PM) de Goiás, 33, foi preso suspeito de ter cometido o crime. Autor e vítima, que era virgem, se conheceram e trocaram contatos na piscina do hotel onde estavam hospedados no último final de semana.

A garota, que estava sendo procurada pelos mais há mais de meia hora, disse ao pai que, após marcar encontro pelo celular para se despedir do homem, foi levada a força para a escadaria, onde acabou sendo estuprada. Localizado e preso, em Goiânia, pelos colegas de farda, o PM foi levado para a Delegacia de Caldas Novas, onde foi autuado em flagrante por estupro. Clique aqui para ler a matéria completa.